Infraestrutura da Atos suportou os primeiros JO verdadeiramente digitais

CloudInovaçãoNegócios

A Atos, parceira global de TI e o principal integrador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, anunciou que completou a materialização do esforço tecnológico necessário para que mais de 4 bilhões de pessoas, em todo o mundo, pudessem usufruir dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Com conteúdos disponíveis em plataformas digitais, que duplicaram a transmissão televisiva, as Olimpíadas Rio 2016 vão ficar registradas como os Jogos Olímpicos com a maior cobertura digital.

A Atos, que fornece as soluções de tecnologias de informação dos Jogos Olímpicos desde 1992, foi um parceiro-chave da transformação digital desta edição dos Jogos. Foi a primeira vez que se usaram os serviços da Cloud para hospedar o Portal dos Voluntários, os sistemas de credenciamento e os sistemas de gestão dos funcionários. De acordo com a empresa, o uso da nuvem permitiu reduzir custos e melhorar os níveis de eficácia e flexibilidade da gestão e da supervisão dos dados em tempo real. A divulgação dos resultados de cada evento desportivo dos Jogos foi realizada em menos de meio segundo.

O aumento explosivo do consumo dos conteúdos digitais só foi possível, segundo a Atos, graças à infraestrutura de TI disponibilizada e gerida pela companhia, que permitiu a transmissão e a divulgação dos resultados, dos eventos e das informações dos atletas, em tempo real, junto dos espectadores e mídias em todo o mundo. Foram enviadas mais de 100 milhões de mensagens aos clientes dos meios de comunicação, partilhando os resultados de 42 modalidades e de 306 eventos (mais 61% do que na edição anterior de 2012).

“A tecnologia é cada vez mais crítica para o sucesso de cada edição dos Jogos Olímpicos,” afirmou em comunicado Thomas Bach, Presidente do Comité Internacional Olímpico. “Estamos muito satisfeitos por podermos continuar a confiar na Atos e na sua vasta experiência de entrega de serviços de TI inovadores e sem falhas”, acrescentou.

A Atos instalou e geriu infraestruturas completas em 37 locais distintos nos quais se realizaram as várias provas. O golfe, uma novas modalidades introduzidas no Rio 2016, gerou mais dados em torno dos resultados que todas as outras modalidades esportivas juntas.

O sistema de TI implementado processou e ativou cerca de 300.000 acreditações, um aumento de 20% face ao Jogos de Londres. Por outro lado, houve também um aumento dos incidentes de segurança de TI por segundo, cerca de 400 enquanto que em Londres 2012, foram 200 por segundo.

“Estou muito satisfeito com o trabalho árduo e a dedicação que as equipes da Atos realizaram para disponibilizarem com sucesso as infraestruturas tecnológicas dos Jogos Olímpicos Rio 2016 – foi uma demonstração fantástica da excelência Olímpica,” disse à imprensa Thierry Breton, Chairman e CEO da Atos. “Em cada edição dos Jogos Olímpicos vamos introduzindo novas inovações tecnológicas: a cloud, a cibersegurança, e as soluções para gerirem os volumes de dados cada vez mais exponenciais. Desta forma estamos unidos ao entusiasmo crescente dos milhares de adeptos de esportes e dos Jogos em todo o mundo.”

Por seu lado, Patrick Adiba, Executive Vice President, Chief Commercial Officer e CEO dos Olympic and Paralympic Games no Grupo Atos afirmou que “para a Atos, enquanto Parceiro Mundial de TI de oito edições seguidas dos Jogos Olímpicos, o Rio 2016 constitui uma referência e uma incubadora de inovação das soluções tecnológicas e digitais que disponibilizamos. Aplicamos a nossa experiência tecnológica adquirida nos Jogos Olímpicos para ajudarmos as empresas a se reinventarem, à medida que avançam nos seus processos de transformação digital rumo ao sucesso.”


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor