Programa SAP presta consultoria especializada e gratuita a instituições brasileiras

EmpresasNegócios
0 1 Sem Comentários

Um time de 12 executivos da SAP, empresa global de software, integrantes do Programa Global Sabático Social, aterrissou no Brasil para trabalhar de forma voluntária em quatro instituições de Curitiba sem fins lucrativos: Elo Apoio Ambiental e Social, Universidade Livre para Eficiência Humana – Unilehu, Aliança Empreendedora e ASID Brasil.

Eles atuaram por 30 dias em projetos para melhorar processos e negócios dessas organizações com o objetivo de gerar impactos econômicos, sociais e ambientais e se tornarem motores de crescimento econômico e geração de empregos.

“O Sabático Social partilha o conhecimento de profissionais gabaritados, de diferentes países, com instituições que desenvolvem um importante trabalho em suas comunidades, proporcionando mentoria especializada que dá acesso às melhores práticas utilizadas pelas grandes corporações”, destaca Luciana Coen, diretora de Comunicação Integrada e Responsabilidade Social Corporativa da SAP.

Ela acrescenta que com a iniciativa, a empresa poderá contribuir ainda mais efetivamente com o desenvolvimento das regiões que sediam a iniciativa.

O programa

Criado em 2012, o Sabático Social é parte integrante da área de Responsabilidade Social Corporativa da SAP. Além de levar novos e melhores processos e estímulo à inovação a instituições previamente selecionadas,  proporciona benefícios também aos seus voluntários: desenvolve habilidades como liderança e capacidade de trabalhar com pessoas de diferentes culturas;  dissemina conhecimentos entre os demais colaboradores da empresa e contribui para engajar os funcionários em causas sociais, enriquecendo suas vidas no aspecto pessoal e profissional.

“A SAP procura contribuir efetivamente para transformar a vida das pessoas, abraçando seu compromisso com as comunidades onde atua”, diz Luciana, para quem o programa realmente ajuda os funcionários e futuros talentos a aprimorar suas habilidades interdisciplinares e transformá-los em cidadãos globais, desenvolvendo o trabalho social, em equipe e liderança em diferentes culturas.

A edição deste ano do Sabático Social é a quarta a ser realizada no Brasil. Porto Alegre (duas vezes) e Recife (uma vez) já receberam os voluntários do programa. Além do Brasil, o Sabático já passou pela África do Sul, Índia, China, Quênia e Etiópia, oferecendo oportunidades para que os funcionários da SAP contribuam com seu tempo e talento e ajudem empreendedores e pequenas empresas em mercados emergentes.

Os projetos desenvolvidos nas instituições participantes, nos quais os voluntários têm o papel de contribuir para organização e estruturação dos mesmos, podem ser de vários cunhos, como a criação de processos simples e claros de marketing e logística para um site de comércio eletrônico de artesãos de determinada comunidade, cidade ou região.

Entre os participantes deste ano, que ficaram em Curitiba trabalhando de forma interativa com os funcionários das organizações, está a britânica Sarah Minge,  que destaca a combinação perfeita entre um dos focos da SAP, o de trabalhar com a juventude, com o momento da instituição Elo, que ela está auxiliando, “que visa justamente a melhoria das vidas dos jovens”. Com Sarah, estão ainda Pannie Sia, da SAP Cingapura, e Markus Fucker, da SAP Alemanha.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor