Receitas da HP Inc caem, mas são melhores que o esperado

EmpresasEscritórioImpressorasNegóciosPC

As receitas da HP Inc no terceiro trimestre fiscal levaram um tombo de 3,8%, mas os resultados acabaram sendo melhores que o esperado pelos analistas de mercado. A HP Inc é a empresa gerada após a separação da Hewlett-Packard em duas, contendo os negócios de computadores e impressoras.

No trimestre, a HP Inc reportou receitas totais de 11,9 bilhões de dólares, melhor que os 11,44 bilhões previstos pelos analistas. Ainda assim, esses resultados refletem uma quebra de 3,8% face aos 12,36 bilhões no mesmo período do ano passado.

O grande problema da HP Inc está no negócio de impressão – o portal TheStreet inclusive brincou com isso e escreveu que “a HP está ficando sem tinta.” É a quebra na demanda por impressoras da marca que afeta a performance da empresa: as receitas caíram 16% para 4,6 bilhões de dólares nesse segmento e o total de unidades de hardware vendidas recuou 10%. Isso é importante porque mais de 70% dos lucros da nova empresa vêm desse negócio.

No setor de consumo o tombo foi maior que no empresarial: os consumidores compraram menos impressoras HP a um ritmo de -14%. No setor empresarial, foi -2%. Em consequência, as receitas geradas pela venda de tinta caiu 18% – más notícias tendo em conta que a provisão de tinta pesa 67% no total dos lucros gerados nessa divisão.

Já a divisão de PCs está mais estável. Representa 23% dos lucros totais, apesar de uma margem bastante pequena (apenas 3,5%), tendo atingido 242 milhões de dólares. O número de unidades vendidas desceu (-10%), mas houve uma recuperação da quota de mercado, nomeadamente no setor empresarial: a HP Inc voltou para a posição de liderança mundial, com 24,6%.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor