Alemanha proíbe compartilhamento e manda Facebook apagar dados recebidos do WhatsApp

Appse-MarketingMobilidadeNegóciosRedes SociaisRegulação
0 1 Sem Comentários

Entidade de proteção de dados da Alemanha alega que as empresas estão não apenas enganando os 35 milhões de usuários alemães do WhatsApp como também estão infringindo a lei de proteção de dados do país europeu.

A Alemanha é o primeiro país a proibir expressamente o compartilhamento de dados entre o WhatsApp e o Facebook, anunciado no fim de agosto. O órgão regulador de proteção de dados e liberdade de informação de Hamburgo determinou a proibição imediata da coleta e armazegem de dados do WhastApp pelo Facebook naquele país. Mais que isso, exige também que o Facebook apague todos os dados já compartilhados pelo WhatsApp com a empresa. De acordo com a entidade alemã, não existe consentimento ou mesmo base legal para que as empresas compartilhem as informações dos 35 milhões de usuários do Whatapp no país europeu.

O argumento do comissário Johannes Caspar é de que quando da aquisição do WhatsApp pelo Facebook por US$ 19 bilhões em 2014, as duas empresas assumiram compromissos públicos de não compartilhar dados dos clientes entre elas. “O fato de que isto esteja acontecendo agora não é apenas um sinal de que eles enganaram os usuários e o público, como também constitui infração à lei de proteção de dados nacional“, diz Caspar em comunicado.

Autoridades da União Europeia e dos EUA já haviam afirmado que avaliariam as mudança dos termos de privacidade do WhatsApp de agosto, que teria como objetivo “melhorar as experiências com anúncios e produtos no Facebook” a partir do compartilhamento das informações do app de mensagens.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor