ClickSoftware deve crescer até 50% a mais que média mundial na América Latina

GestãoNegócios
0 0 Sem Comentários

O mercado latino-americano se destaca como um alvo para a ClickSoftware, especialmente por ainda ser pouco maduro na automatização da força de trabalho em campo.

Tempos de crise econômica significam também oportunidades de negócios para algumas empresas. É o caso da ClickSoftware, fornecedora de soluções para gestão automatizada e otimização de força de trabalho e serviços de campo. “Globalmente, temos tido grande sucesso em países que atravessam dificuldades econômicas, uma vez que nossas soluções auxiliam as companhias prestadoras de serviço, especialmente dos setores de telecom, energia e seguros, a superarem a recessão por meio do aumento da produtividade, redução de custos e melhoria no atendimento e satisfação do cliente. No Brasil, o cenário não é diferente”, disse James Delande, diretor de marketing de produto da ClickSoftware, na ocasião de sua visita ao país na semana passada.

A América Latina se destaca como um mercado-alvo para a ClickSoftware, especialmente por ainda ser pouco maduro na automatização da força de trabalho em campo. A estimativa de crescimento da região para 2017 é da ordem de 30% a 50% a mais que a média mundial da empresa.

Mais do que melhorar as margens operacionais das empresas, é importante manter um atendimento de qualidade ao cliente final, especialmente para empresas dos segmentos de telecom, energia, óleo & gás e seguros, para citar alguns, que dependem crucialmente da prestação de serviços em campo.

De acordo com a companhia, suas soluções prometem entregar um ganho de produtividade da ordem de 30%, com redução de custos de 40% e até 95% de aumento na satisfação do cliente.

A ClickSoftware foi a responsável pela automação de 40 mil técnicos em campo da operadora Oi, um dos maiores negócios já realizados pela empresa em todo o mundo. O escritório no Brasil comanda toda a operação latino-americana da empresa.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor