Ericsson anuncia soluções para eliminar lacunas digitais nos países em desenvolvimento

Inovação
0 11 Sem Comentários

A Ericsson anunciou um conjunto de soluções que vão ajudar a eliminar as lacunas digitais e a facultar uma cobertura de banda larga móvel aos restantes três bilhões de pessoas que têm um serviço deficiente ou que simplesmente não têm acesso à internet.

A Comissão de Banda Larga para o Desenvolvimento Sustentável, copresidida pela ITU e UNESCO, destacou o papel vital que as TICs (Tecnologias de Informação e Comunicação) assumem na definição das fundações necessárias para atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas e estima que o custo para colocar o próximo 1,5 bilhão de pessoas online será de cerca de US$ 450 bilhões.

De acordo com a Ericsson, as novas soluções tornam viáveis os investimentos em internet móvel em mercados com baixo ARPU (receita média por usuário), pois permitem uma redução do custo total de propriedade (TCO) em até 40% em sua implementação.

O novo conjunto de soluções, que incluem adições de software e hardware ao Ericsson Radio System, são: Software Ericsson Site Manager juntamente com Ericsson Site Controller, Radio 2219, Antenna Integrated Radio, AIR 2488, MINI-LINK 6363, MINI-LINK 6651 e novas adições à família de Ericsson Enclosure. Inclui ainda novas melhorias de software às soluções Zero Touch WCDMA e Flow of Users.

As novidades apresentadas incluem ferramentas para banda larga móvel que permitem que os operadores identifiquem os locais na área de cobertura GSM/EDGE que têm o mais elevado número de usuários com dispositivos preparados para acessar a Internet. Os operadores podem depois determinar onde faz mais sentido fazer a conversão dos sites para HSPA ou 4G/LTE, para que o maior número possível de pessoas se beneficie do acesso à banda larga móvel.

“Estas novidades estão entre as atualizações mais importantes já feitas ao nosso portfólio de produtos que tem como objetivo garantir a cobertura de banda larga móvel. A Ericsson apoia a meta Connect 2020 da União Internacional das Telecomunicações para assegurar que mais de 50% das pessoas dos países em desenvolvimento tenham acesso à Internet até 2020. De forma a atingirmos este objetivo, precisamos de unir esforços para conectarmos 500 mil novos usuários à Internet todos os dias. A Ericsson continua a inovar para que os operadores possam criar negócios viáveis, mesmo em cenários mais rurais e fora de centros urbanos, e para que sejam responsáveis por grandes diferenças em cada investimento que fazem” afirmou em comunicado Arun Bansal, Diretor de Business Unit Network Products da Ericsson.

Nos países em desenvolvimento, apenas 4 em cada 10 pessoas estão conectadas à Internet, o que torna este tipo de solução de vital importância para assegurar o acesso global à internet e atingir os objetivos da agenda Connect 2020.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor