HP compra negócio de impressoras da Samsung por US$ 1,05 bilhão

EmpresasEscritórioImpressorasNegócios

Em plena crise por causa da recall do Galaxy Note 7, a Samsung fechou negócio com a HP para vender sua divisão de impressoras e copiadoras. A transação vale US$ 1,05 bilhões.

Segundo a HP, o objetivo é se reposicionar numa indústria que vale US$ 55 bilhões por ano mas não  conhece grandes inovações faz décadas. A empresa estadunidense diz que as copiadoras estão obsoletas e são complicadas, obrigando os clientes a contratos de manutenção caros e ineficientes. “Hoje”, escreveu a HP em comunicado, “estamos investindo para trazer disrupção a essa categoria, substituindo as copiadoras com tecnologia superior de impressoras multifunções.” Esse segmento se chama MFP (multifunction printer).

É aqui que a Samsung tem poder: a empresa criou uma linha poderosa de MFP A3 que tem máquina mais simples, poderosas e fiáveis, além de fáceis de usar, com poucos componentes amovíveis. Ao integrar os produtos do negócio de impressoras Samsung com as tecnologias PageWide da HP, a empresa estadunidense espera criar um novo portfólio de soluções com tecnologia de ponta.

Essa é a maior aquisição na história dos negócios de impressoras da HP.

“Quando nos tornamos uma empresa separada faz 10 meses, pudemos nos tornar mais ágeis e focar na aceleração do crescimento e reinvenção de indústrias”, comenta Dion Weisler, presidente e CEO da HP. “Estamos fazendo isso com a impressão 3D e a disrupção da indústria tradicional de manufatura, que vale US$ 12 trilhões por ano, e agora vamos atrás do mercado de copiadoras, que vale US$ 55 bilhões”, sintetizou Weisler. “A aquisição do negócio de impressoras da Samsung nos permitirá entregar inovação e criar oportunidades de negócio inteiramente novas, com melhor eficiência, segurança e economia para nossos clientes.”

Tem outro detalhe interessante: com a compra, a HP adquire mais de 6500 patentes relacionadas com impressão e todos os empregados da divisão, incluindo 1300 investigadores e engenheiros com conhecimentos avançados em tecnologias laser, eletrónica de imagem e acessórios de impressão.

“A HP Inc. tem sido um parceiro e um cliente valioso para a Samsung”, afirma Oh-Hyun Kwon, vice chairman e CEO da Samsung Electronics Co. “Podemos agora alavancar nossa capacidade combinada para inovação e melhoria de nosso relacionamento.”

A integração será plena no primeiro ano fiscal após os procedimentos, e deverá estar fechada nos próximos 12 meses. A Samsung irá ainda investir de US$ 100 a US$ 300 milhões na HP, conforme o acordado no negócio.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor