Montadoras e fornecedores formam aliança global 5G para carros conectados e autônomos

InovaçãoMobilidadeRedes
0 1 Sem Comentários

Audi, BMW, Daimler, Ericsson, Huawei, Intel, Nokia e Qualcomm se unem para formar a 5G Automotive Association para desenvolver e impulsionar ofertas de transporte conectado e autônomo.

As montadoras de veículos Audi, BMW e Daimler e as fornecedoras Ericsson, Huawei, Intel, Nokia e Qualcomm se uniram para impulsionar a o desenvolvimento de soluções de conectividade para automóveis, transportes públicos inteligentes, carros autônomos e oferta universal de serviços integrada a cidades inteligentes. Eles formaram a 5G Automotive Association e juntos farão testes e definirão padronizações para acelerar a disponibilidade comercial das soluções para o mercado global.

Em nota, as empresas destacam que a evolução das atuais redes móveis de telecomunicações deverão “lidar com um volume de dados muito maior, conectar muito mais dispositivos, reduzir a latência significativamente e trazer novos níveis de confiabilidade”. A tecnologia de 5G poderá suportar melhor comunicações de missão crítica exigidas para garantir a segurança nas ruas e estradas num cenário de comunicações do que chamam de Cellular Vehicle-to-everything (C-V2X).

Entre as metas da 5G Automotive Association estão o desenvolvimento técnico e implementação de frameworks; suporte à padronização, processos de certificação e a questões regulatórias; desenvolvimento conjunto de projetos-piloto; além da definição de questões técnicas para a comunicação C-V2X em relação à conectividade, autenticação e arquitetura distribuída na nuvem.

De maneira geral, executivos das empresas fundadoras da aliança destacaram a importância de uma colaboração entre as indústrias automotiva e de TICs para o sucesso da tecnologia 5G. Enquanto o chefe de desenvolvimento de infotainment da Audi, Alfons Pfaller, destaca que “os carros conectados moldarão o futuro da mobilidade individual”, o diretor de digital vehicle & mobility da Daimler, Sajjad Khan, ressalta que “carros conectados nos permitirão oferecer serviços aos nossos cliente, tanto dentro quanto fora dos veículos, para facilitar tarefas do dia-a-dia, com mais conforto e segurança, criando assim mais valor agregado”.

Por sua vez, o vice-presidente sênior de eletronics da BMW, Dr. Christoph Grote, enfatizou que “novos parceiros engajados na indústria automotiva, de tecnologias da informação e comunicações ou operadoras móveis também são bem-vindos a se juntar” à associação.

Além de estar aberta a receber novos membros, a associação promete ainda cooperar com iniciativas nacionais e regionais, como o European Connected & Automated Driving Pre-Deployment Project.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor