Neurotech lança nova tecnologia para redução de fraudes cadastrais

InovaçãoSegurança

A Neurotech está lançando uma nova versão de sua tecnologia para prevenção e detecção de fraudes, o Fraud Detector 10. Trata-se de uma solução de combate à fraude que emprega algoritmos e ferramentas de processamento de imagens e utiliza uma base de quatro milhões de imagens digitalizadas.

A Neurotech afirma que a combinação desses recursos garante maior precisão na comparação de documentos e possibilita uma redução de até 90% nas taxas de fraudes que acontecem por apresentação de dados e documentos falsos.

O alvo da especialista com sede em Recife são empresas do mercado financeiro, do segmento de crédito no varejo, de telefonia e seguradoras. Isso porque em meio a atual crise, essas empresas registram índices elevados de fraudes cadastrais demandando por uma solução desse estilo .

“O sistema de identificação no Brasil é frágil e fragmentado, vários criminosos utilizam documentos falsos ou roubados para aplicar golpes sem serem identificados”, refere Rodrigo Cunha, diretor da Neurotech. “Isso prejudica não só quem concede o crédito e vende o produto ou serviço, como também os consumidores, que muitas vezes têm seus nomes inscritos em órgãos de proteção ao crédito por conta de dívidas que não pertencem a eles”, ressalta. 

No Brasil ocorrem 16,6 fraudes por segundo por roubo de identidade, de acordo com o Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraude – Consumidor- abril/2016. As empresas mais afetadas são da área de telefonia (41,8%), seguradoras, construtoras e imobiliárias (28%), bancos e financeiras (20%) e varejo (8%). 

A solução Fraud Detector 10 identifica as tentativas de fraudes ao analisar os documentos do cliente e compara-los aos registros da base nacional. Essas consultas são feitas a partir de tipificação de documentos, OCR (extração de texto a partir do documento), determinação da qualidade dos documentos, biometria facial, análises da digital e  de modelos de documentos fraudulentos, dentre outrosCaso o fraudador, ao comparecer a uma loja ou instituição financeira, já tenha tentado aplicar golpes com um determinado CPF ou, então, seja apontado um cadastro sob esse mesmo documento, o sistema emite alertas por e-mail e SMS para os gerentes e supervisores. Toda vez que um novo golpista é identificado, a informaçãé incluída na base de dados e compartilhada com os outros usuários da solução, o que impede a reincidência. 

Outro ponto é que o Fraud Detector 10 integra-se nativamente à plataforma Risk Pack, conjunto  integrado de soluções em gestão de risco para todo o ciclo de crédito e cobrança, garantindo ainda o acesso a mais de 450 fontes de informações diferentes (bureaux e websites públicos, privados e controlados).

A meta é eliminar estes tipos de golpes presenciais e reduzir o impacto da fraude na composição das taxas de juros, tornando-as mais justas”, enfatiza o diretor da Neurotech. 

Ofertada no modelo SaaS (software as a service), a soluçãé 100% na nuvem e multiplataforma, podendo ser utilizada tanto na web como por meio de um aplicativo para dispositivos móveis ou qualquer outro canal de captção já existente no cliente.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor