TIM usará satélite HTS da Intelsat para backhaul 3G e 4G

4GMobilidadeOperadorasRedes
0 0 Sem Comentários

Satélite de alto throughputt Intelsat 29e usará feixes direcionáveis de banda Ku para conectar redes de acesso 3G e 4G da TIM ao backbone da operadora móvel em áreas de difícil acesso e sem infraestrutura terrestre de telecomunicações.

Intelsat e TIM fecharam um acordo plurianual para que a operadora móvel brasileira utilize o satélite de alto throughput (HTS) Intelsat 29e EpicNG para servir de backhaul de escoamento de tráfego 3G e 4G em áreas de difícil acesso e sem infraestrutura terrestre de telecomunicações. O Intelsat 29e está localizado a 310º Leste e ligará as redes de acesso da TIM ao backbone da operadora utilizando feixes direcionáveis em banda Ku. A ideia é que esses spot beams em banda Ku tornem rápido e a um custo acessível o roll-out de cobertura 3G e 4G da TIM, complementando o backhaul já existente com infraestrutura de satélites em banda C.

Em nota, Marcelo Duarte, diretor de wholesale da TIM, declarou que a meta da TIM é obter mais throughput e atingir maior penetração na área de prestação de serviços da operadora e que o Intelsat EpicNG permitirá “a melhora dos serviços” para os atuais clientes da TIM, “entregando conectividade em áreas remotas e com pouca densidade populacional do Brasil onde é difícil implementar infraestrutura terrestre de forma eficiente”.

O Intelsat 29e é o primeiro EpicNG da operadora de satélites a cobrir o Brasil. Outros dois satélites HTS com cobertura no país estão programados para serem lançados em 2017. O 29e dará suporte aos equipamentos já existentes na rede da TIM e permitirá, de acordo com Carmen Gonzalez-Sanfeliu, vice-presidente regional da Intelsat para a América Latina, a evolução da rede e da cobertura com um modelo de negócios que faz sentido economicamente.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor