Amdocs conclui transformação digital de operadora no Brasil ainda em 2016

HOME
1 0 Sem Comentários

A fornecedora de soluções de experiência do cliente tem dois projetos de transformação digital de operadoras brasileiras em andamento. O primeiro será concluído ainda este ano e o segundo, no primeiro semestre de 2017. São projetos fim-a-fim, com troca de todas as camadas de infraestrutura para oferecer aos clientes uma experiência de jornada única.

Operadoras em todo o mundo estão investindo na digitalização de seus processos e infraestruturas para acompanhar a evolução do comportamento dos usuários, cada vez mais hyperconectados, engajados e demandando experiências em tempo real. No Brasil, não é diferente.

Edson Paiva, vice-presidente da Amdocs para a América Latina, revela que a fornecedora de soluções de experiência do cliente já tem dois projetos complexos de transformação digital fim-a-fim com grandes operadoras no Brasil. “Duas grandes operadoras estão passando por essa transformação digital fim-a-fim, trocando todas as camadas, do CRM e billing ao service order management para poder ter visibilidade de toda a cadeia de serviços”, conta. Além disso. Uma terceira operadora optou por digitalizar sua infraestrutura em etapas, otimizando ainda os investimentos feitos em infraestrutura legada. Uma das operadoras é a Vivo, mas sem revelar os demais nomes, Paiva garante que o primeiro projeto de transformação fim-a-fim deve ser concluído ainda em 2016 e o segundo, ainda no primeiro semestre de 2017.

A Amdocs também trabalha com uma operadora na implantação de uma plataforma self-service proativa para venda de serviços a clientes já na base da operadora ou mesmo potenciais novos clientes. A plataforma é parte da solução de consumer experience CES e é capaz de reconhecer um cliente que deu início a uma compra de produto ou serviço na loja da operadora mas não a concluiu, e oferecer, com base na localização, a loja física mais próxima da tele para que conclua a compra.

Revisão de contratos e mudanças de escopo

O executivo da Amdocs reconheceu que a desaceleração da economia brasileira nos últimos anos provocou uma onda de revisão de contratos e revisões de escopos de investimentos já alocados de operadoras no País. “Os investimentos de 2016 e 2017 estão sendo revistos porque as operadoras experimentaram redução de consumo e de receitas, mas nenhuma parou projetos. Até porque é com a transformação digital, na operação e na infraestrutura de TI que conseguem economizar custos. É uma troca, fizemos renegociação de foco e escopo, mas os projetos estão em andamento”, revela. Os projetos de transformação digital garantiram à Amdocs, mesmo num cenário econômico desafiador, crescimento em faturamento em 2015. “Crescemos no Brasil até 15% em 2015 e até contratamos pessoas”, comemora Paiva. A expectativa da empresa é de que o Brasil retome seu crescimento econômico ainda no primeiro semestre de 2017.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor