Microcity mira faturamento de R$ 110 milhões em 2016

CloudData CenterNuvemProjetosRedes
0 0 Sem Comentários

A especialista em outsourcing de TI fechou o terceiro trimestre com desempenho acima do planejado, e espera agora fechar 2016 com um aumento de 10% no faturamento, mirando crescimento em nuvem híbrida.

Até o final do trimestre, a Microcity atingiu 117% da meta de vendas prevista para o período acumulado, o que lhe permite agora prever um fecho do ano com um faturamento de R$110 milhões.

Um dos destaques do ano foi a criação de uma unidade focada em computação na nuvem, tendo firmado parcerias com várias multinacionais. Esse investimento pretendeu atender à demanda dos clientes, em um momento de aposta na maturidade das ofertas de infraestrutura avançada de TI – datacenter, redes e cloud computing.

Tiago Miranda, diretor comercial e de parcerias da Microcity, comenta que o foco de atuação da companhia, no que se refere a cloud computing, tem se concentrado no modelo de nuvem híbrida. “Disponibilizamos ao mercado um mix do que há de melhor nos dois modelos de cloud, privada e pública.” O responsável sublinha que a oferta é diferenciada, capaz de entregar “um ambiente orquestrado com os melhores recursos das nuvens, adequada às necessidades de cada negócio, somando os serviços avançados de gerenciamento, monitoria e suporte.”

A empresa também tem reforçado as parcerias com gigantes do setor de TI, e que têm sido fundamentais para o desempenho da Microcity. “Fizemos alianças estratégicas com os principais fornecedores do mercado, para ampliar as ofertas do nosso portfólio oferecendo outsourcing completo para infraestrutura de TI, tanto de ativos como de serviços altamente avançados”. Entre as empresas que atuam em conjunto com a Microcity estão a HPE, Microsoft, Oracle e Lenovo.

No contexto do crescimento da companhia, Miranda ressalta as filiais que mais se destacaram em vendas. “Nossa unidade em Fortaleza (CE), responsável pelo atendimento de toda a região nordeste, cresceu cerca de 200% até agora em relação ao mesmo período do ano passado, e já atingiu a meta prevista para o ano inteiro nos seis primeiros meses do ano”, afirma o executivo completando que a capilaridade oferecida pela Microcity para atender clientes em qualquer lugar tem sido um diferencial para conquistar o mercado local. “Hoje, somos capazes de atender a em todos os municípios de todo o Brasil, pela equipe própria ou pela excelente rede de parceiros”.

A filial da empresa na capital paulista também conquistou ótimos resultados em vendas e está perto de atingir o objetivo planejado para 2016. “Conquistamos grandes clientes e renovamos importantes contratos em São Paulo”, diz o executivo. Nas Vendas Brasil, o setor de varejo foi o mais significante com 33% das vendas totais até agora, seguido também por saúde, transportes e segurança, seguros e finanças que juntos representaram 40% do resultado, além de governo com 12% e outros segmentos mais 15%.

O diretor da Microcity ressalta também a postura da empresa durante a crise do país. “Faz parte do nosso DNA atuar como parceiros dos nossos clientes em todos os momentos. Por isso, nos últimos meses, devido à instabilidade econômica, flexibilizamos prazos e escopo para viabilizar os projetos dentro do orçamento enxuto dos clientes”, finaliza.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor