Negócio Azure da Microsoft dispara 116% no trimestre

CloudEmpresasNegócios
0 0 Sem Comentários

A receita total da Microsoft não cresceu muito no seu primeiro trimestre fiscal, findo em setembro, mas um segmento se destacou nesse período: a nuvem. Só a plataforma Azure disparou 116%.

A divisão de “nuvem inteligente”, que engloba também o SQL Server e serviços enterprise, entre outros, cresceu 8,3% para US$6,38 bilhões, acima do que era esperado pelos analistas. Em resultado, as ações da Microsoft subiram mais de 6% nas trocas fora de horas, adicionando US$ 25 bilhões no valor da companhia.

“Não estamos apenas construindo ou modificando o TI”, disse o CEO Satya Nadella em uma call com analistas, referindo que os clientes “estão construindo novos serviços digitais para a hiperescala.”

Nadella sublinhou que não são apenas as startups em Silicon Valley, são também as grandes corporações que estão se transformando em empresas digitais. “E a gente está bem posicionada para servi-las”, garantiu.

De notar, no entanto, que a “nuvem inteligente” sofreu uma redução de 14% nos lucros operacionais, para US$ 2,1 bilhões.

A receita total da empresa cresceu 3% para US$20,5 bilhões, enquanto o lucro líquido caiu 4% para US$ 4,7 bilhões.

Outro destaque do trimestre, além da nuvem, foi o crescimento de 38% das receitas da família de tablets Surface. Isso contrariou o declínio de 2% na divisão de Computação Pessoal, que alcançou os US$ 9,3 bilhões. Aqui, o principal problema foi o tombo de 72% nas receitas de celulares e de 5% na consola de games Xbox.

Ainda assim, as vendas de Windows OEM Pro subiram 1%, e a receita não-Pro caiu apenas 1% – tudo isso num momento em que o mercado de PC despenca todos os trimestres. De acordo com a consultoria IDC, as remessas mundiais de PC caíram 3,9% no trimestre de setembro.

Por outro lado, a receita com o browser Bing subiu 9% e o segmento de produtividade melhorou 6%. O Office avançou 5% no segmento comercial e 8% no consumo. Já o 365 comercial disparou 40%.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor