Telefónica usa de realidade virtual, aumentada e videogames para formação corporativa

EmpresasGestãoInovaçãoNegóciosOperadorasRedesSkills
0 1 Sem Comentários

Segundo Luiz Castanha, diretor da Telefónica Educação Digital Brasil, a empresa consegue desenhar projetos de formação em 3D com custo 15 vezes menor que a aprendizagem presencial.

Para acompanhar a revolução digital e as mudanças nas relações entre organizações nos mais variados setores da indústria, Luiz Castanha, diretor geral da Telefónica Educação Digital Brasil defende que a educação corporativa precisa usar inovações tecnológicas para a formação corporativa.

Segundo ele, realidade virtual, realidade aumentada e videogames podem converter espaços de trabalho em espaços de aprendizagem e a Telefónica Educação Digital já faz uso dessas ferramentas. “As empresas precisam empregar a tecnologia e a conectividade na formação corporativa para tornar a capacitação dos funcionários mais fácil e divertida”, diz Castanha.

O executivo pontua que, em países como o Brasil, com uma alta taxa de dispersão geográfica, é muito alto o custo de uma formação prática em carreiras técnicas, porque é preciso realizar muitas sessões presenciais . Segundo ele, a Telefónica Educação Digital consegue desenhar projetos de formação em 3D com custo 15 vezes menor que a aprendizagem presencial. “Podemos oferecer uma experiência inovadora de aprendizagem que faz com que os alunos se sintam identificados com as situações que encontram em seu dia a dia”, ressalta.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor