Brasília desliga sinal de TV analógica

4GEmpresasMobilidadeNegóciosOperadorasRedes
0 1 Sem Comentários

Switch-off para liberação da faixa de 700 MHz para a operação de telefonia móvel de quarta geração (4G) foi autorizada pelo governo e se deu à meia-noite de quinta para sexta-feira. TIM promete lançar seu 4G em 700 assim que processo de mitigação de interferências for concluído.

É oficial. A capital federal brasileira já não tem mais sinal de TV analógica. O switch-off para liberação da faixa de 700 MHz para o 4G da telefonia móvel foi autorizado pelo governo em portaria publicada na quinta, dia 17, e se deu à meia noite de quinta para sexta-feira. Foram desligadas 13 geradoras e 12 retransmissoras de TV analógica e agora mais de 1 milhão de residências de Brasília e entorno passarão a receber apenas sinal digital de TV. Cerca de 311 mil kit com conversor digital para aparelhos de TV foram distribuídos a beneficiários do Bolsa Família.

Com base na experiência de Brasília, que sofreu atraso de menos de um mês, o ministro Gilberto Kassab, da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação, adiantou que uma nova portaria deverá determinar novas diretrizes para o Gired (grupo responsável pela implementação da TV digital) na preparação do desligamento da TV analógica na cidade de São Paulo, a próxima do cronograma do switch-off, esperada para o dia 29 de março. Entre as novas diretrizes está o aperfeiçoamento da aferição do número de domicílios digitalizados, aptos a receber o sinal de TV digital.

TIM promete 4G em 700 MHz em Brasília

Com o anúncio oficial do desligamento da TV analógica em Brasil, a TIM enviou comunicado à imprensa dizendo já estar pronta para lançar sua operação de 4G em 700 MHz na capital federal “assim que o sinal for deligado”.

“Estaremos prontos para lançar o 4G em 700 MHz em Brasília no mesmo dia em que a faixa for liberada pelo GIRED, após a conclusão do processo de mitigação de interferências. A TIM é líder em municípios cobertos com quarta geração no Brasil e considera o 700MHz recurso estratégico para acelerar o plano de expansão da rede LTE no país”, afirmou em comunicado Stefano De Angelis, presidente da TIM Brasil.

A meta da TIM é levar a tecnologia 4G em mais de mil cidades já em 2016 e alcançar mais de 90% da população brasileira nos próximos dois anos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor