Huawei faz parceria com a Universidade de Berkeley para inteligência artificial

CiênciaInovaçãoInvestigaçãoMobilidade
0 1 Sem Comentários

A Huawei disponibilizará um fundo de US$ 1 milhão para a UC Berkeley pesquisar diversos assuntos da área, como aprendizagem profunda (deep learning), aprendizado de máquina (machine learning), processamento de linguagem natural e visão computacional.

A Huawei, por meio de seu laboratório Noah’s Ark, desenvolverá pesquisas básicas na área de inteligência artificial (AI) com a e a Universidade da Califórnia em Berkeley.

A fornecedora chinesa disponibilizará um fundo de US$ 1 milhão para a UC Berkeley pesquisar diversos assuntos da área, como aprendizagem profunda (deep learning), aprendizado de máquina (machine learning), processamento de linguagem natural e visão computacional.

A expectativa é de que a cooperação entre as equipes de pesquisa e desenvolvimento (P&D) da Huawei e do laboratório de inteligência artificial de Berkeley traga avanços significativos em teorias e tecnologias-chave para AI.

Os mais de 20 profissionais do laboratório de Berkeley e os mais de 100 estudantes de graduação envolvidos na pesquisa de avanços fundamentais também pesquisam temas como aprendizagem multidisciplinar profunda, AI compatível com a humana e a conexão da AI com outras disciplinas científicas e humanas. O laboratório Noah’s Ark, por sua vez, é a unidade de pesquisa da Huawei dedicada à AI, aprendizagem de máquina e mineração de dados, com desenvolvimentos nas áreas de aprendizado profundo, análises de big data e controle de redes de telecomunicações, fluxo da mineração de dados e mineração de dados de imagens.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor