Pesquisa: 45% das revendas de segurança esperam encerrar 2016 com crescimento expressivo

EmpresasNegóciosSegurança
0 1 Sem Comentários

Contribuíram para o desempenho deste segmento o forte aumento das operações digitais em todas as áreas de negócios e o crescimento das vendas de soluções de segurança para empresas pequenas e médias que antes investiam apenas em itens de custo muito baixo, como antivírus, anti-spam e sistemas de firewall genéricos disponíveis para download.

Embora a retração da economia brasileira atinja cada mais fortemente as empresas brasileiras, um levantamento da Aker Security Solutions junto a 80 revendas e integradoras de segurança digital indica que esse segmento deve fechar 2016 no azul.

Um total de 45% das empresas pesquisada espera encerrar o ano com um “expressivo crescimento”. Segundo a Aker, não houve nenhuma resposta que classificasse 2016 como “ruim ou desastroso” e apenas 25% classificaram o resultado anual como “moderadamente fraco” ou “estável”. Os 30% restantes calculam um “crescimento moderado” no ano em relação a 2015.

Contribuíram para o desempenho deste segmento o forte aumento das operações digitais em todas as áreas de negócios e o crescimento das vendas de soluções de segurança para empresas pequenas e médias que antes investiam apenas em itens de custo muito baixo, como antivírus, anti-spam e sistemas de firewall genéricos disponíveis para download.

Por outro lado, entre fatores negativos para o ambiente de negócios, a maior parte das revendas apontou a própria situação da economia e do quadro político, mas houve várias menções à resistência cultural de muitas empresas que ainda enxergam a segurança como gasto improdutivo.

Vale destacar ainda a tendência de crescimento para a segurança móvel, uma das tecnologias mais promissoras para as revendas em 2017. Entre os produtos de segurança mais citados para o próximo ano estão centrais unificadas de gestão de segurança (Firewall UTM), soluções de antivírus e anti-spam e soluções para segurança envolvendo a telefonia celular e de conexões Wi-Fi, além de sistemas de redes privadas virtuais (VPN) backup, tokens, soluções de criptografia e sistemas de gerenciamento de dispositivos conectados, como câmeras IP, detectores de presença, catracas eletrônicas etc.

De acordo com Rodrigo Fragola, CEO da Aker, o levantamento confirmar a tendência de crescimento das centrais unificadas (Firewall UTM) como a aposta mais segura para o mercado de segurança digital no próximo ano. “O Firewall UTM nada mais é do que a reunião de praticamente todos os demais itens citados, com a vantagem de embutir inteligência de controle centralizado e interface colaborativa, que minimiza a exigência de técnicos de segurança através de seus menus autoindutivos”, explica o executivo.  


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor