Tesla compra Grohmann Engineering para acelerar produção

EmpresasInovaçãoNegóciosTecnologia Verde
0 0 Sem Comentários

A Tesla anunciou a aquisição da empresa alemã Grohamnn Engineering, uma das líderes mundiais em métodos avançados de manufatura. A compra dará origem à formação da Tesla Advanced Automation Germany.

A notícia foi avançada pela Tesla em uma publicação no seu blogue. O grande objetivo da montadora de carros elétricos é acelerar sua capacidade de produção, olhando o lançamento de seu primeiro carro para grande consumo, Model 3. Nos últimos quatro anos, a Tesla conseguiu aumentar seu ritmo de produção na fábrica de Fremont em 400%, e pretende aumentar ainda mais.

“Após aumentarmos nosso objetivo de produção para 500 mil carros por ano em 2018, começamos buscando o melhor talento de engenharia em sistemas de manufatura automatizada”, descreve a marca de Elon Musk. A aquisição da empresa alemã, que vai se chamar Tesla Grohmann Engineering, trará talento vital para dentro da marca californiana – incluindo o fundador Klaus Grohmann. A sede, em Prüm, também servirá como base inicial para a Tesla Advanced Automation Germany, que terá mais localizações no futuro.

“Acelerar um futuro de energia sustentável só é possível com fábricas de alto volume. Elas nos permitem fabricar produtos de alta qualidade com economias de escala, tornando-os mais acessíveis ao mundo”, afirma a empresa.

A Tesla espera contratar mais de mil postos de trabalho altamente especializados na Alemanha durante os próximos dois anos. Vários componentes críticos dos sistemas de produção da Tesla passarão a ser desenhados e produzidos em Prüm. “Combinado com nossas instalações de engenharia na Califórnia e Michigan, bem como outras localizações futuras, acreditamos que o resultado irá render melhorias exponenciais na velocidade e qualidade da produção, ao mesmo tempo reduzindo os gastos por veículo.”

Uma afirmação curiosa da Tesla é que as máquinas que constroem seus carros vão requerer maior atenção de engenharia que os próprios veículos elétricos. “Em volumes de produção muito elevados, a fábrica se torna mais produto que o próprio produto.”

O acordo de compra estará sujeito a reguladores, mas deverá estar concluído no início de 2017.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor