Ericsson e Cisco se unem para “atacar” clientes corporativos e setor público

EmpresasNegócios

A Ericsson e a Cisco vão expandir sua parceria a novos clientes corporativos e do setor público em 2017, disse Rima Qureshi, presidente da empresa sueca na América do Norte, à Reuters.

O executivo salientou o facto das duas empresas estarem a caminho de obter, cada uma, € 1 bilhão (cerca de R$ 3,4 bilhões)  extra em receitas até 2018, através de uma parceria que foi anunciada em finais de 2015.

A agência avança que a parceria entre Cisco e Ericsson, que gerou mais de 60 acordos no primeiro ano, tem se focado principalmente no negócio das telco mas que, no próximo ano, querem expandir esse acordo a outras empresas assim como ao setor público.

“As duas definitivamente estão muito mais próximas em termos de trabalhar como uma corporação,” disse Qureshi citado pela agência.

“Estamos investindo no que podemos fazer juntas dentro de Indústria e Sociedade, Internet das Coisas, cidades inteligentes e vamos visar segmentos específicos do setor público, por exemplo, transportes. E então, é claro, estamos a olhar outros segmentos como a segurança”, acrescentou.

Qureshi disse que a previsão da Ericsson é gerar até 25% de receita com os negócios fora dos operadoras de telecomunicações até 2020.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor