Fitbit compra ativos de software da Pebble

EmpresasInovaçãoNegóciosVestíveis

A fabricante de vestíveis Fitbit comprou os ativos de software e propriedade intelectual da Pebble, marca de relógios inteligentes, de acordo com um comunicado da empresa.

A Pebble foi uma das primeiras marcas a desenvolver relógios inteligentes com tinta eletrônica e conexão ao smartphone, após uma bem sucedida campanha de crowdfunding em 2012, na qual levantou US$ 10 milhões.

No entanto, a marca acabou se afundando com a entrada de gigantes como a Samsung, Motorola e Apple no mercado de smartwatches. De acordo com o seu site, a Pebble deixará de fabricar os distintos relógios inteligentes que fizeram as delícias de muitos fãs na fase inicial.

A Bloomberg avançou que o negócio entre a Fitbit – mais conhecida pelos vestíveis dedicados ao fitness – e a Pebble ficou perto de US$ 40 milhões. Ainda assim, os termos financeiros do acordo não foram oficialmente revelados.

A Fitbit lidera o mercado global de vestíveis, segundo o mais recente relatório publicado pela consultoria IDC. No terceiro trimestre, o mercado cresceu 3,1% e a Fitbit conquistou 23% de quota. O crescimento se deveu sobretudo aos vestíveis de saúde e malhação, já que o segmento de relógios inteligentes está sendo pressionado em baixa. Aqui, é o Apple Watch que mantém a liderança – e o CEO da empresa, Tim Cook, revelou que a última semana foi a melhor de sempre nas vendas do relógio.

Na release, a Fitbit reportou também que irá se associar à Medtronic em uma parceria para permitir que os doentes com diabetes de tipo 2 monitorem seus níveis de glucose e dados de atividade física.

O mercado recebeu com agrado a notícia do negócio com a Pebble, já que as ações da Fitibit valorizaram 1,1% após a divulgação do comunicado.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor