Rico contrata chatbot da Direct Talk para canais de atendimento

CRME-commercee-Marketing

A plataforma digital Rico firmou uma parceria com a Direct Talk, especializada em atendimento ao consumidor online, para passar a utilizar suas soluções em seus canais de atendimento. Isso inclui o serviço de ChatBot da Direct Talk, bem como o DTChat, DTMail e DTe-Service.

A Rico é uma das maiores empresas no segmento de corretagem de investimento no Brasil, com mais de 200 mil clientes e 9 bilhões de reais em patrimônio destes. “Lidamos com os investimentos de milhares de brasileiros, é um mercado extremamente sensível”, explica Fernando Montanari, gestor da área de atendimento, mesa de operações e sócio da Rico. A parceria com a Direct Talk tem como objetivo aumentar a retenção dos clientes.

“Confiança e parceria são essenciais no nosso trabalho, que não existe sem um bom atendimento. Precisamos dar total atenção aos nossos clientes, solucionar dúvidas, resolver problemas com agilidade e eficiência, pelos mais variados canais”, acrescenta Montanari. “E a Direct Talk é nossa parceira nesta tarefa, com soluções que auxiliam a comunicação da empresa com o cliente.”

Por meio da plataforma de negociação da Rico, o cliente investe em ações, tesouro direto, fundos, renda fixa e contratos futuros, como títulos atrelados a ativos como o dólar, índice e commodities agrícolas. Tem o apoio de especialistas para ajudar a tomar decisões na hora de investir e atendimento personalizado, pelo desktop, mobile ou tablet.

“A Rico é uma dos principais corretores de investimento do país, e totalmente online, com atendimento personalizado. Por isso, principalmente nesses casos de empresas digitais, é imprescindível o investimento em soluções que otimizem esse atendimento, de forma inteligente, para oferecer todo o suporte necessário”, adianta Marcelo Pugliesi, CEO da Direct Talk. O executivo revela que o Chat e a FAQ Inteligente da Direct Talk permitiram à Rico chegar a uma retenção média de 54% dos clientes já a partir do primeiro atendimento.

“As soluções ajudam a solucionar dúvidas e resolver problemas, além de fazer uma triagem para auxiliar os próximos atendimentos. São atendimentos personalizados de acordo com a necessidade de cada cliente”, comenta.

Em 2016, o mercado de investimentos de pessoa física voltou a aquecer. Dados da BM&FBovespa mostram que em julho deste ano a participação deste grupo no setor foi de 19,6%. O maior interesse se reflete na busca pelos serviços de home broker e negociação de ativos pela internet. Esse aquecimento tem levado a Rico a cadastrar em média 8 mil clientes mensalmente, sendo que 30% dos investidores agregados à base mostram interesse pela bolsa, reflexo do investimento na base tecnológica. Até março, 95% pretendiam aplicar em títulos públicos no Tesouro Direto ou outros ativos de renda fixa.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor