Cloud, verticais e serviços na estratégia da Alcatel-Lucent Enterprise para 2017

CloudEmpresasNegócios

A ALE, que opera com a marca Alcatel-Lucent Enterprise, anunciou a criação de quatro organizações regionais de vendas com foco em segmentos específicos de mercado para proporcionar melhores serviços, quer a seus parceiros quer a seus clientes.

A empresa vai se focar em disponibilizar soluções feitas à medida, integradas com processos de negócio específicos a cada indústria, respondendo às crescentes demandas de sistemas de comunicações com suporte para IoT. Isso será a continuação de uma abordagem que, de acordo com a ALE, lhe tem trazido bons resultados em diversos mercados verticais entre os quais o setor público e transportes.

A companhia vai continuar apostando em soluções que assegurem a transformação para a cloud e que se adaptem às necessidades mais específicas das diferentes indústrias e clientes, entre as quais se destacam as redes baseadas em CPE, plataformas de cloud baseadas no consumo e suportadas pelas soluções Alcatel-Lucent Rainbow, OpenTouch Enterprise Cloud e Network On Demand.

“Independentemente da natureza tecnológica – cloud pública, privada, híbrida, baseada em CPE ou em uma combinação de ambas – as empresas de hoje têm ao seu dispor uma multitude de escolhas tecnológicas necessária para apoiar os objetivos de transformação. A ALE está concebendo uma organização global especializada de vendas de Cloud Services para ajudar os parceiros e clientes a compreenderem a forma como a migração para a cloud pode ajudá-los a melhorar os resultados”, afirmou, em comunicado, Matthieu Destot, SVP de Sales & Marketing da ALE.

Além do mais, a ALE redesenhou o programa de canal para oferecer “especialização, treinamento e maiores possibilidades de retorno financeiro”,  simplificando a forma como os parceiros desenvolvem seus negócios e novas fontes de receitas com tecnologias inovadoras e baseadas em consumo.

A Alcatel-Lucent Enterprise anunciou, ainda, que Moreno Ciboldi, Senior Vice President Sales, irá liderar o go-to-market para a nova região EUSO. A região é composta pelos mercados de França, Itália, Espanha, Portugal e todos os restantes países do sul da Europa, Médio Oriente, África, e CALA (Caribbean & Latin America), incluíndo o Brasil.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor