Mercado de robôs irá gerar US$ 188 bilhões em 2020

Inovação

Os robôs industriais e comerciais, juntamente com os drones e os serviços relacionados com os robôs, irá absorver a maior parte da despesa em robótica.

Na CES 2017 vimos muitos robôs, desenvolvidos por várias empresas de eletrónica de consumo, como a LG ou Amazon. Mas embora esses robôs focados no consumidor doméstico tenham o seu interesse, são apenas uma amostra da importância que a robótica vai ter em poucos anos.

Segundo o guia mundial de gastos da robótica comercial desenvolvido pela IDC, os gastos com robôs irão alcançar os US$ 188 bilhões em 2020, impulsionado por um mercado em expansão.

O relatório da IDC leva em conta vários segmentos de mercado da robótica: robôs de consumo, industrial e de serviços; hardware, tais como sensores, servidores e armazenamento; software de controlo, infraestrutura de rede e aplicativos robóticos específicos. A esses se juntam serviços como gestão de aplicativos, educação e treinamento, modificações das instalações, implementação e suporte de hardware, consultoria de rede, gestão e integração, consultoria de operações e tecnologia e integração de sistemas.

A IDC indica que robôs comerciais e industriais, juntamente com drones e os serviços relacionados com robôs, irão monopolizar os gastos em robótica dentro de apenas três anos, informa a CNET.

“Esse crescimento é alimentado por uma combinação de melhorias tecnológicas, a expansão dos casos de uso e aceitação no mercado. Inovações no campo da robótica e robôs que podem ser usados ​​para executar uma série de tarefas, estão conduzindo à adoção de robótica em uma base mais ampla indústria “, disse John Santagate, diretor de pesquisa da cadeia de fornecimento da IDC Manufacturing Insights.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor