TIM Brasil também nega rumores de fusão com Oi

Redes

Nem a Telecom Italia nem a TIM Brasil querem ouvir falar de uma fusão com a Oi, depois de uma notícia no Folha de São Paulo ter dado conta dessa possibilidade no início da semana.

Em causa estão as declarações do bilionário egípcio Naguib Sawiris, que lidera a Global Telecom e apoia um grupo de credores da Oi que apresentou uma proposta alternativa para a reestruturação da empresa. Sawiris disse ao Folha que a TIM e a Oi poderiam se unir se sua oferta fosse bem sucedida.

Mas a Telecom Italia negou essa possibilidade. Em declarações citadas pela agência Reuters, um porta-voz da operadora italiana disse que “as informações sobre este assunto não têm fundamento.”

A Oi apresentou em junho do ano passado o maior pedido de recuperação judicial de sempre no Brasil, estimando sua dívida em R$ 65,4 bilhões.

“TIM Brasil também reitera que qualquer rumor sobre hipótese de integração entre TIM e Oi é absolutamente sem fundamento e nenhuma iniciativa nesse sentido faz parte dos planos da empresa. Não temos interesse”, esclareceu Mario Girasole, vice-presidente da empresa para a área de  Regulatório, Institucional e de Relações com a Imprensa.

Naguib Sawiris, cuja fortuna ascende aos US$ 3,1 bilhões, disse ao Folha que quer salvar a Oi. Ele é o segundo homem mais rico do Egito, de acordo com o ranking da revista Forbes.

No plano de recuperação da Oi está previsto que os credores assumam controle trocando um pouco mais de um terço da dívida por 95% do patrimônio da empresa. Prevê-se também um aumento de capital e a troca de dívida por novos títulos, além do parcelamento da dívida com a Anatel (cerca de R$ 20 bilhões).


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor