Belas Artes é a única brasileira no SXSW 2017

Inovação

O Centro Universitário Belas Artes de São Paulo vai estar presente na 31ª edição do South By Southwest (SXSW), um dos principais eventos de tecnologia, interatividade e novas mídias do mundo, que se realiza em Austin, nos Estados Unidos. Esta será a única escola brasileira presente no encontro que vai reunir empreendedores, investidores e empresas entre os dias 10 e 19 de março.

Alexandre Kuroda, arquiteto e professor do curso de Arquitetura e Urbanismo da instituição de ensino superior, vai apresentar um painel, no dia 13 às 12h30, sobre processos computacionais para a elaboração de modelos de arquitetura denominado “From Mud Cracks to Buildings: Endemic Interstices”.

Segundo informação do Centro Universitário, a palestra será sobre o “uso de formações não lineares complexas organizadas através de ferramentas digitais de design, utilizando padrões de rachaduras que ocorrem em lama, e usadas para gerar estruturas de edifícios que possuem estabilidade estrutural, proteção solar e controle de fluxo de ar.”

O arquiteto refere que “as ferramentas computacionais abrem um mundo de possibilidades em arquitetura e design. Elas permitem a construção de arquiteturas como sistemas, que articulam ativamente parâmetros como meio ambiente, ergonometria, tectônicas, desejos dos usuários, etc. Sintetizados e apropriados pelo arquiteto, produzem propostas ainda mais ricas e completas.“

O Centro Universitário Belas Artes de São Paulo tem trabalhado na área da  arquitetura paramétrica e em design de ambientes virtuais, tendo inaugurado recentemente seu próprio Laboratório de Design e Experiências.

A presença no SXSW representa uma oportunidade única para instituição mostrar suas inovações a potenciais investidores visto que é um evento de  referência que, no ano passado, reuniu mais de 350 mil pessoas em mais de 2,4 mil painéis de discussão.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor