Ericsson e Altice Labs estabelecem parceria para o 5G

MobilidadeRedes

A Ericsson e a Altice Labs, o centro de inovação da Altice Group, assinaram um Memorando de Entendimento, uma iniciativa que vai colocar as duas empresas centradas na análise e na compreensão dos cenários de utilização para o 5G. O acordo prevê a liderança conjunta de projetos de investigação e desenvolvimento que vão envolver testes de campo a tecnologias, produtos e serviços 5G.

Esta parceria contempla a instalação de um laboratório 5G em Aveiro, Portugal, onde a Altice Labs está sediada. O laboratório irá efetuar atividades de investigação e desenvolvimento, e realizar provas-de-conceito, experiências e demonstrações.

Um dos principais objetivos desta colaboração é a definição conjunta dos requisitos e dos cenários de implementação para sistemas wireless 5G, e das estruturas base 5G baseadas numa arquitetura de rede virtualizada.

A Altice Labs é o centro de inovação da Altice Group. Atualmente, mais de 200 milhões de pessoas em mais de 35 países beneficiam das soluções criadas em Portugal. Foi criado com base num histórico de 66 anos de experiência no setor das telecomunicações, herança da PT Inovação.

“Acreditamos que um ecossistema de parcerias fortes é o que marca a diferença no atual mundo tecnológico. A PT já tem uma relação de longo prazo com a Ericsson”, comentou Paulo Neves, CEO e presidente do Conselho de Administração da PT Portugal. “Juntos, e compartilhando o mesmo compromisso, vamos definir as tendências e desenvolver soluções inovadoras. Esta parceria de investigação que traça o caminho para o 5G reforça este espírito. Queremos estar sempre na linha da frente para oferecermos aos nossos clientes as melhores soluções e produtos.”

O arranque das subscrições da tecnologia 5G terá início em 2020, e as estimativas apontam para uma adesão mais rápida que aquela registada aquando do lançamento do 4G. O desenvolvimento da nova rede está sendo promovido por novos cenários de utilização que irão influenciar não só os consumidores, mas também as indústrias. As novas aplicações e cenários de utilização para o 5G, incluem carros autônomos, robôs controlados remotamente, drones com suporte para feedback tátil e acesso wireless fixos – que vai concorrer com a capacidade da fibra – no mercado residencial.

Nunzio Mirtillo, responsável máximo da Ericsson para a região Mediterrânica, subllinha que a empresa sueca conquistou avanços significativos na normalização do 5G em 2016, com cenários de utilização na indústria e testes de campo reais. A investigação da empresa irá se focar na criação de colaborações com operadores e parceiros da indústria e testes reais nas redes dos operadores. “Acreditamos que este acordo de colaboração com a Altice Labs vai criar os alicerces para o desenvolvimento e aceleração conjunta de toda a viagem rumo ao 5G.”

Atualmente, a Ericsson detém memorandos de entendimento com 28 grandes operadores em todo o mundo, que visam um trabalho conjunto no 5G.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor