Kaspersky Lab disponibiliza sistema operacional de segurança

Segurança
0 0 Sem Comentários

A empresa de cibersegurança Kaspersky Lab disponibilizou um sistema operacional projetado para sistemas incorporados, o KasperskyOS. O sistema, diz a empresa, reduz significativamente a possibilidade de funcionalidades não documentadas e atenua o risco de ataques virtuais.

O KasperskyOS representa um empreendimento gigantesco: levou 15 anos a ser completado pelos maiores talentos da Kaspersky Lab. Está disponível comercialmente para OEM, ODM, integradores de sistemas e desenvolvedores de software no mundo inteiro. As principais implementações do sistema operacional são feitas sob medida para empresas de telecomunicações e indústrias automotivas, e também para sistemas de infraestrutura básica.

O produto é desenhado para os sistemas incorporados e dispositivos da IoT, que são cada vez mais atacados. Baseado em um novo microkernel desenvolvido internamente, ele utiliza princípios estabelecidos de desenvolvimento voltado à segurança, como os de kernel de separação, monitor de referência, vários níveis de segurança independentes e a arquitetura FLASK (Flux Advanced Security Kernel). Foi projetado considerando setores específicos e, por isso, além de resolver problemas de segurança, também trata dos desafios organizacionais e de negócios relacionados ao desenvolvimento de aplicativos seguros para sistemas incorporados.

“Entendemos desde o início que a criação de nosso próprio sistema operacional seria um grande empreendimento, um projeto que exigiria muitos recursos por muitos anos até chegar a ser comercializado”, revela Eugene Kaspersky, presidente e CEO da Kaspersky Lab. “Atualmente, observamos uma demanda clara pela segurança mais forte em sistemas de infraestrutura básica, de telecomunicações e no setor financeiro, além dos dispositivos da IoT para o consumidor e nas indústrias.” O executivo diz que foi inicialmente um investimento arriscado, “que nenhum outro fornecedor de segurança teve coragem de fazer.”

A empresa explica que o sistema pode ser usado como base para a criação de dispositivos, como roteadores de rede, câmeras IP ou controladores da IoT, e atende às necessidades do setor de telecomunicações, de aplicativos da infraestrutura básica e do desenvolvimento emergente da Internet das Coisas.

Com custo pouco menor, o Kaspersky Secure Hypervisor possibilita a execução de aplicativos com controle rígido sobre o modo de comunicação entre eles. Ele atende às necessidades de empresas de telecomunicações, do setor automotivo, e também pode ser usado para fins de segurança geral, até a operação segura de endpoints.

Andrey Nikishin, chefe de desenvolvimento de negócios de tecnologias do futuro na empresa, sublinha que 100% de segurança é algo que não existe, mas o KasperskyOS garante os primeiros 99%. “Em termos técnicos, em um ambiente realmente complexo, não há chance de sucesso das tentativas de injetar um código em nosso sistema. O segredo é que, como as operações maliciosas não são documentadas pela política de segurança, sendo parte integral de qualquer aplicativo, sua carga jamais será executada. Portanto, o KasperskyOS é imune ao programa das ameaças virtuais típicas de hoje.”


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor