Microsoft quer dignidade na Internet

Segurança

No Dia da Internet Segura, a Microsoft lançou a campanha “Por Uma Internet Melhor” que pretende o respeito digital. Apresentou também o Índice de Cidadania Digital que mostra os comportamentos e as interações entre pessoas.

A pesquisa, levada a cabo pela Microsoft diz que 74% dos brasileiros foram expostos a pelo menos um risco online no passado. O trolling (23%) e o assédio online (22%) foram no Brasil mais identificados do que a média internacional dos 14 países envolvidos na pesquisa.

Em média, todos os inquiridos contataram com uma média de 2,2 riscos de segurança dos 17 inseridos na pesquisa.

Embora 50% dos entrevistados globais relataram estar “extremamente ou muito” preocupados com a vida online em geral, 62% dos inquiridos dizem não saber como obter ajuda caso se deparem com riscos online.

“Podemos erradicar a maioria da crueldade, bullying e humilhação que ocorre online se cada observador resolver se manifestar”, afirma Sean Kosofsky, diretor-executivo da Tyler Clementi Foundation. “Podemos interromper o assédio, reportá-lo e chegar às pessoas afetadas”.

Os brasileiros preocupam-se mais com o Doxxing (59%) que se trata de forma de chantagem ou de destruir a reputação de pessoas online, Dano à reputação pessoal (54%) e Discriminação (53%).

Com base e como resposta a esta pesquisa foi lançada pela Microsoft a campanha que pretende fazer a Internet um lugar mais seguros, pretendem viralizar com as hashatags #CidadaniaDigital e #InternetMelhor.

Os princípios da campanha são:

1- Trate os outros como gostaria de ser tratado
Aja com empatia, compaixão e gentileza em cada interação e trate todos com dignidade e respeito
2- Respeite as diferenças
Compreenda diferentes perspectivas e evite ofensas e ataques pessoais
3- Pense antes de responder
Não publique ou envie nada que possa ofender outra pessoa, prejudicar reputações ou ameaçar a segurança de outros
4- Proteja você e os outros
Apoie as vítimas de abusos online, informando sobre atividades que ameacem a segurança de qualquer um e preservando evidências de comportamento inapropriado ou inseguro


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor