Wipro com lucro líquido de US$ 309 milhões no terceiro trimestre

GestãoResultados
0 0 Sem Comentários

A Wipro Limited anunciou os resultados financeiros do terceiro trimestre de seu ano fiscal, concluído em 31 de dezembro de 2016, registrando receitas de US$ 2 bilhões, que correspondem a um aumento de 6,4% em relação ao segundo trimestre. Os lucro líquidos da empresa foram de US$ 309 milhões, uma queda de 5,7%, em relação ao período anterior.

A receita de serviços segmentados de TI subiu 3,5% em comparação ao último ano com receitas de US$ 1,9 milhões. No quarto trimestre, que finalizará em 31 de março de 2017, a Wipro espera alcançar mais de U$ 1,94 milhão em receita para essa divisão.

Globalmente, a companhia destaca o investimento de quase US$1 bilhão em aquisições, na estratégia de localização e na plataforma de computação cognitiva, o Wipro HOLMES, assim como a contratação da sua divisão Wipro Digital para liderar uma iniciativa de transformação em DevOps em um banco global.

“Nossos audaciosos investimentos em aplicações digitais, BPaaS e nuvem, nos posicionam como o parceiro de escolha para os negócios digitais de nossos clientes. Nosso ecossistema digital cresceu 9,9% sequencialmente no trimestre e agora constitui 21,7% de nossas receitas “, afirmou Abidali Z. Neemuchwala, CEO e membro do Conselho da Wipro.

Segundo Jatin Dalal, CFO da Wipro, “no ano passado, investimos quase US$ 1 bilhão em aquisições, fizemos seis investimentos através da Wipro Ventures, financiamos oito ideias por meio do programa Horizon e continuamos investindo agressivamente em nossa plataforma cognitiva, Wipro HOLMES e em nossa estratégia de localização. Expandimos também as margens operacionais em 50 pontos base em um trimestre sazonalmente fraco, além de geramos fortes fluxos de caixa operacionais por execução disciplinada. Estamos significativamente alavancando o HOLMES, nossa suíte de automação para impulsionar a eficiência em nossas operações.”

Na América Latina, a Wipro a companhia possui cerca de mil e duzentos funcionários, 800 dos quais estão no Brasil, onde a empresa está presente desde 2006. Além da sede comercial em São Paulo, a companhia possui um Centro de Entrega Global em Curitiba.

“Estamos construindo uma ótima história da Wipro de maneira global e na América Latina. Continuamos a focar no digital, além de alavancar nossos investimentos em setores e regiões estratégicas, para garantir um crescimento de alto impacto e sustentável para a Wipro”, indicou Ankur Prakash, VP New Growth e Emerging Markets da Wipro.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor