Anatel e MCTIC assinam portaria de desligamento da TV analógica em SP

Redes

O presidente da Anatel, Juarez Quadros, e o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, assinaram hoje a portaria que autorizou o desligamento da TV analógica em São Paulo, que ocorrerá às 23h59, desta quarta-feira, 29/03. A cerimônia de homologação do desligamento da transmissão analógica em São Paulo e cidades do entorno aconteceu na sede do Ministério, em Brasília.

Para o presidente da Anatel, “hoje é uma data importantíssima. A TV aberta brasileira é uma das melhores do mundo. O Estado assumiu o ônus da distribuição dos kits para os beneficiários de programas sociais, que foi partilhado com as empresas de radiodifusão. A Grande São Paulo possui 22 milhões de habitantes, são cerca de sete milhões de domicílios. Foi mais uma etapa vencida”. Quadros informou que a próxima capital a contar apenas com o sinal digital será Goiânia, onde as transmissões analógicas deverão ser encerradas no dia 31 de maio.

Em conversa com os jornalistas, o presidente da Agência informou que mais de um milhão de kits contendo conversor e antena já foram entregues pela Seja Digital – Entidade Administradora do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais TV e RTV (EAD) – a famílias inscritas em programas sociais, processo que continuará pelos próximos 45 dias. “Basta ir aos postos de distribuição para retirar os kits, não há necessidade de correria; há kits em estoque, os equipamentos estão disponíveis para entrega”, explicou Quadros, lembrando que, com a transição do sinal analógico para o digital, os ganhos decorrentes da melhoria da qualidade do sinal são significativos.

Gilberto Kassab destacou os bons resultados do processo de desligamento transmissões analógicas. “Somos um case de sucesso. Cerca de 30 milhões de pessoas serão beneficiadas com uma TV de mais qualidade de imagem e serviço. A TV é o grande instrumento de entretenimento. Os telespectadores vão perceber a mudança a partir de amanhã. Vai ser criado um clima de muita alegria e satisfação. A EAD está preparada para atender a população com os conversores. Esse momento é muito especial. A experiência vai se acumulando e o sucesso fica assim assegurado”. O ministro agradeceu às empresas radiodifusoras, à Anatel e à EAD e destacou o respeito aos telespectadores.

O presidente da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), Paulo Tonet, afirmou que o encerramento das transmissões analógicas em São Paulo é mais uma etapa num processo importantíssimo, mas ressaltou que há muito a fazer, pois o Brasil é muito grande e muito diverso. Também presente à cerimônia, Luiz Claudio Costa, presidente da Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abratel), afirmou que o Brasil está conseguindo êxito no desligamento da TV analógica e que o país tem sido um exemplo nesse processo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor