Conexões globais de LTE chegam aos 2 bilhões

MobilidadeRedes

A 5G Americas, a associação setorial e a voz da 5G e LTE para as Américas, anunciou que existem 2 bilhões de conexões LTE no mundo. Os dados são de fevereiro de 2017.

“Durante a edição de 2017 do Mobile World Congress, na cidade de Barcelona, a 5G continuou mostrando seu desempenho inédito e muito potencial em todas as áreas. Ao mesmo tempo, o rápido crescente do número de clientes LTE revela que clientes do mundo inteiro querem a evolução da LTE para a LTE-Advanced”, disse Chris Pearson, Presidente da 5G Americas.

Na América do Norte, as assinaturas LTE registraram 298 milhões de conexões  tendo a maior cobertura e participação de mercado para a LTE no mundo. A taxa de penetração é de 83% e só pode ser comparada com a Europa Ocidental, a segunda região no ranking, com 47%. A taxa penetração da LTE na América do Norte deve passar 100% em 2018.

Nesta região, a LTE deve atingir 452 milhões de conexões até o final de 2020 (incluindo M2M), sendo que deverão existir 11 milhões de conexões 5G em 2021, ou seja, praticamente 44% de todas as conexões 5G no mundo.

A nível da América Latina e Caribe, José Otero, Diretor da 5G Americas para a região, indicou que “2016 foi um ano difícil para as economias da América Latina, com uma redução do número de conexões sem fio em vários países como medida de economia popular. Mesmo nessas condições difíceis, a LTE ainda registrou o maior crescimento de qualquer tecnologia móvel implementada na América Latina, com vários países registrando crescimento de dois dígitos e novas operadoras lançando serviços comerciais LTE. Além disso, a LTE-Advanced consolidou sua posição na região durante o ano, com redes lançadas nas Ilhas Virgens Britânicas, Brasil e Peru, além de vários testes realizados na região.”

A participação de mercado da LTE aumentou de 7,7 para 17% até o final de 2016, crescendo mais de 100% na região da América Latina e do Caribe.  Existem 119 milhões de conexões LTE na região, sendo que a previsão é que cheguem a 171 milhões já no final de 2017 (incluindo M2M). A LTE deve atingir 449 milhões de conexões até o final de 2021.

“No mundo inteiro, o número de assinaturas LTE cresceu 74% entre o final de 2015 e o final de 2016. Em comparação, no mercado maduro da América do Norte onde a LTE foi uma das principais tecnologias logo depois de seu lançamento, o número de assinaturas cresceu muito menos, apenas 26%, por que o mercado é muito mais maduro e a taxa de penetração de tecnologia é muito maior”, explicou Kristin Paulin, Analista Sénior da Ovum.

Globalmente, as conexões LTE devem atingir o marco de 4,7 bilhões até o final de 2021 (incluindo M2M).

 

Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor