CSU registra R$ 34,9 milhões de lucro líquido em 2016

GestãoResultados

A CSU, empresa de prestação de serviços de alta tecnologia e transações eletrônicas, anunciou os resultados financeiros de 2016 tendo chegado aos R$ 34,9 milhões lucro líquido, um crescimento de 83,6% face ao ano anterior.

A empresa reportou uma receita bruta de R$ 514,9 milhões em 2016, 2,3% superior ao ano de 2015. Já o lucro bruto foi de R$ 121,8 milhões e o EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 90,9 milhões, representando crescimentos de 17,7% e 30,2%, respectivamente, na comparação com o ano anterior. 

“Conseguimos evoluir nos principais indicadores financeiros da Companhia. Com estrito controle de despesas e foco em operações de maior complexidade, foi possível apresentar um incremento significativo do lucro, mantendo uma estrutura de capital equilibrada e saudável, sustentando um plano de investimentos estratégicos para os negócios da Companhia”, afirma Ricardo Ribeiro Leite, CFO da CSU.

A forte geração de caixa e redução no nível de alavancagem possibilitaram a realização de investimentos estratégicos na área de meios de pagamento, além da distribuição de R$ 12,8 milhões na forma de Juros Sobre o Capital Próprio, ocorrida em 30 de Janeiro de 2017, e de R$ 1,2 milhão a ser distribuído na forma de dividendos complementares, conforme aprovado em Reunião de Conselho de Administração, ocorrida em 07 de março de 2017, e a ser deliberado em AGO, representando um payout de 40,0% sobre o Lucro Líquido ou de 42,1% sobre o Lucro Líquido ajustado do exercício.

“Seguimos confiantes quanto à estratégia de negócios adotados pela Companhia e a qualidade dos serviços prestados em cada uma das unidades de negócios da CSU. Em um cenário econômico ainda em transformação, a atuação da Companhia em diferentes setores da economia é positiva em termos de resiliência para a consistência na entrega de resultados”, explica o executivo.

As ações da CSU (CARD3) apresentaram forte valorização e encerraram o ano de 2016,  cotadas em R$ 4,90 cada, uma valorização de 75,3% em doze meses. Desde o início do ano de 2017 que as ações da empresa vêm apresentando crescente valorização, acumulando alta de mais de 100%. 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor