Gartner destaca quatro megatendências que causarão impacto nos Data Centers

CloudData Center
1 28 Sem Comentários

O Gartner destaca que algumas megatendências mundiais estão remodelando a sociedade e terão um impacto profundo em TI e nos Data Centers. Os CIOs (Chief Information Officers) e líderes de Tecnologia da Informação nas empresas devem desenvolver estratégias nessa direção para não arriscarem seus negócios.

“Essas megatendências globais são reflexo de uma série de processos e mudanças que vêm acontecendo no mundo e que estão remodelando as sociedades. Elas terão um impacto significativo nas estratégias de Data Center nos próximos 10 anos”, afirma Henrique Cecci, Diretor de Pesquisas do Gartner e Chairman da Conferência Gartner Infraestrutura de TI, Operações & Data Center 2017.

Segundo o Gartner, até 2021, mais de 90% dos grandes data centers irão reavaliar suas estratégias com base nessas importantes tendências mundiais socioeconômicas e ambientais.

A Pesquisa CIO 2016 do Gartner mostra que entramos profundamente na era da digitalização, exigindo que os CIOs implementem plataformas digitais preparadas para atender à demanda futura. Devem ser levadas em conta as várias opções de data center, como os modelos de instalação local, na Nuvem, locação conjunta, hospedagem e computação de ponta. Essas alternativas oferecerão recursos computacionais para as empresas da melhor forma possível e incluirão capacidades de TI bimodais desenvolvidas para melhorar a agilidade do data center.

A economia global está passando por fortes mudanças demográficas e sociais. O envelhecimento das populações, o declínio dos índices de fertilidade, novas demandas em termos de habilidades e uma redução de talentos em todo o mundo estão gerando uma crise pela falta de bons profissionais.

Durante a Conferência Infraestrutura de TI, Operações e Data Center, que acontece entre os dias 25 e 26 de abril em São Paulo, analistas do Gartner mostrarão a importância de os CIOs desenvolverem equipes para a criação de uma base digital forte, baseada em uma estratégia de data center moderna e sólida, e de implementarem um plano de longo prazo para aquisição de conhecimento e habilidades.

Ao mesmo tempo, as megacidades estão se desenvolvendo e intensificando a urbanização. Conforme a população cresce e se concentra cada vez mais em um menor número de locais, os data centers terão que se adaptar. Esses centros urbanos densos exercerão “gravidade” em torno deles, atraindo os data centers para mais perto. O Gartner chama isso de “gravidade das megacidades”.

No entanto, essa força não vai ter o mesmo impacto em todos os data centers. Analistas do Gartner explicarão durante o evento que os locais mais privilegiados demandam mais custos e, embora a proximidade de uma megacidade pareça atrativa, esta nem sempre é a melhor opção. Aplicações com requisitos específicos podem usar data centers pequenos, micro ou de ponta localizados dentro das megacidades.

Já as mudanças climáticas, combinadas ao crescimento da população e ao desenvolvimento econômico, continuarão tendo sério impacto sobre os recursos naturais essenciais, incluindo a água, alimentos, matéria-prima e energia. Com o rápido crescimento da demanda mundial por capacidades computacionais, os data centers vão consumir mais energia e água para manter a temperatura e a umidade dentro dos níveis necessários. Os CIOs precisam avaliar os riscos climáticos e adotar uma abordagem integrada e estratégica à sustentabilidade e à TI verde.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor