Kantar TNS divulga estudo sobre brasileiras conectadas

Mobilidade
0 1 Sem Comentários

Com o aproximar do Dia Internacional da Mulher, a Kantar TNS divulgou um estudo realizado para saber qual a relação das mulheres brasileiras com a conectividade e como elas se comportam no mundo digital.

De acordo com os dados da Kantar, as brasileiras realizam mais atividades online que offline: 93% acessam redes sociais e gastam quase 3 horas por dia nessas plataformas. A segunda programação favorita é assistir a TV, com 84% – o tempo médio gasto na frente do aparelho é de 2,4 horas por dia. Ver vídeos, ler jornais e revistas digitais e comprar online também estão no topo da lista como atividades preferidas.

Há uma forte tendência das brasileiras em usar a mídia digital para comunicar suas ideias e influenciar pessoas, refere a Kantar TNS. Alguns dados relevantes da pesquisa mostram as diferenças entre as brasileiras:

– 36% são funcionais, ou seja, utilizam a internet apenas para o que é necessário. São menos envolvidas com as redes sociais. Elas preferem passar o tempo assistindo TV ou ouvindo rádio.

32% são líderes. Essas mulheres entendem que a internet é um canal para comunicar suas ideias e influenciar os outros. Estão constantemente conectadas. É difícil alcançá-las por meios tradicionais.

– 18% enquadram-se como observadoras. Acreditam que a internet é uma fonte de conteúdo e informação. Elas estão intimamente ligadas ao mundo digital e consideram a internet uma fonte de conhecimento, mas não gostam de redes sociais.

14% estão no grupo das conectadas. Passam tempo vendo boatos no Facebook. As redes sociais são seu canal principal de informação.

Atualmente, a penetração da internet no Brasil é de 66%, segundo relatório Usuários de Internet, mídia social e móvel na Espanha e no Mundo. Os smartphones são os mais populares entre os brasileiros: 91% dos usuários de internet possuem o aparelho contra 73% do laptop, que vem logo em seguida. A posse de tablet é de 48%.

O Facebook ganha maior penetração no mercado brasileiro e é a rede social mais acessada. Seu uso diário atingiu 90% em 2016 contra 80% em 2015. O YouTube passou de 48% para 77% em 2016. Já o Twitter caiu de 92% em 2015 para 29% no ano seguinte.

As informações foram extraídas do Connected Life – estudo global produzido pela Kantar TNS que analisa as atitudes e comportamentos de mais de 70 mil usuários de internet em 57 países, sendo 1.022 no Brasil.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor