Lucro da Gemalto cresce 7% em 2016

EmpresasNegócios

O lucro operacional da Gemalto, especialista em segurança digital, atingiu € 453 milhões em 2016, o que reflete um crescimento de 7%.

As receitas anuais da empresa também subiram ligeiramente (1% com taxas de câmbio constantes), para €3,13 bilhões. A Gemalto notou uma aceleração de crescimento no quarto trimestre. 

“O desempenho da Gemalto em 2016 demonstra a força de seu modelo de negócios e a capacidade de se adaptar em um ambiente muito adverso no setor móvel”, comentou o CEO da empresa, Philippe Vallée. As receitas com Plataformas & Serviços ultrapassaram €1 bilhão, um ano antes do previsto no atual plano de desenvolvimento plurianual. 

A margem de lucro também melhorou, fixando em 14,5%, enquanto a dívida líquida foi de € 67 milhões.

Segundo o CEO, a atividade de Pagamento cresceu ligeiramente, Máquina-a-Máquina e Enterprise Security apresentaram taxas de crescimento de dois dígitos, e os Programas de Governo registraram forte desempenho. Vallée sublinhou ainda que 2016 foi um ano de continuação da transformação estrutural da empresa, com foco em Plataformas e Serviços.

“Os esforços de otimização foram compensados nos segmentos Móvel e Pagamento & Identidade, resultando na primeira vez em que a margem bruta da empresa supera 40%, levando a uma melhora tanto na rentabilidade como na geração de caixa.”

Para 2017, a Gemalto pretende concentrar seus esforços no crescimento das vendas por meio do aumento da venda cruzada entre seus negócios. “A Gemalto está atualmente trabalhando em um novo plano de desenvolvimento plurianual que será apresentado no final do ano”, referiu o CEO.

A perspectiva de lucro para esse ano é de € 500 milhões a € 520 milhões, um salto suportado pelas tendências positivas notadas nos segmentos de governo, M2M e corporativo. Essa previsão leva em conta também a desaceleração do ambiente móvel e a lenta migração de cartões de pagamentos nos Estados Unidos.

A Gemalto conta finalizar a aquisição do negócio de Identity Management da 3M no primeiro semestre do ano, altura em que irá rever essas previsões.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor