NEC lança sistema convergente compacto para transporte ótico de redes

Redes
0 0 Sem Comentários

A NEC Corporation anunciou a adição de um modelo compacto em sua série SpectralWave DW7000 de sistemas convergentes de transporte ótico de pacotes de ultra alta velocidade.

Esse modelo pode ser utilizado para construir redes urbanas de elevada capacidade e funções necessárias para configurações de tipo anel. O sub-bastidor 6U (na foto) pode ser usado para esse propósito tendo metade do tamanho habitual dos bastidores que são utilizados normalmente, permitindo uma poupança significativa de espaço. É também possível montar funções individuais num sub-bastidor 3U, de tamanho ainda mais reduzido. 

De acordo com a empresa, serão ainda dadas como opção uma carta ODU-AGR equipada com GbE, SDH, SAN e outras interfaces utilizadas para Ethernet a 100 Gigabit (100GbE), 10GbE e outros serviços de rede existentes.

“Uma vez que este novo produto compacto vem equipado com uma variedade de interfaces que permitem a construção de redes metropolitanas e a acomodação de serviços de redes existentes, os usuários podem aumentar a eficiência operacional de sua infraestrutura de rede e reduzir o investimento de capital”, afirmou Takehiko Toyohara, Diretor Geral da Converged Network Division, NEC Corporation.

Além disso, graças à integração com o mais recente processador de sinal digital (DSP), a NEC conseguiu reduzir o tamanho, em cerca de 1/4, do transponder utilizado para enviar e receber sinais óticos. Outros benefícios alcançados foram a diminuição do consumo de energia em aproximadamente 38% com aumento em 1,4 vezes a distância de transmissão e uma capacidade máxima de 25,6 Tbps por fibra. Estes são dados importantes quando se pensa no futuro das redes, nomeadamente no 5G.

“A infraestrutura de rede necessária para o suporte do 5G, que será a próxima geração de redes de comunicações sem fios, precisará de ser capaz de acomodar tanto serviços avançados de alta capacidade como os serviços de rede existentes, bem como reduzir o investimento de capital”, indicou, ainda, o executivo da NEC.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor