O que considerar antes de levar hiperconvergência a seu data center

CloudData Center

Tecnologias hiperconvergentes estão revolucionando os ambientes de data center. Através da combinação de computação, armazenamento, virtualização e redes, em uma única plataforma, o conceito impacta significativamente os centros de processamento de dados, simplificando o gerenciamento – inclusive de ambientes remotos – e permitindo maior agilidade à operação de TI.

De maneira geral, o modelo possibilita uma mudança no papel do servidor, que deixa de ser um componente estático e comoditizado dentro do ecossistema, para se tornar um recurso totalmente integrado, combinando hardware e software. Dessa maneira, o equipamento passa a atuar como um componente dinâmico e escalável, apto a viabilizar uma plataforma flexível e modular para o provisionamento de recursos de tecnologia.

A hiperconvergência traz simplicidade para atender requisitos das áreas de negócio. Acertar na estratégia de adoção do conceito evita que a TI seja o elo mais lento dentro da cadeia de inovação de uma empresa, além de garantir velocidade de resposta e provisionamento de recursos, bem como simplificar o processo de expansão a partir de um modelo de crescimento linear do ambiente.

Segundo o relatório “Infraestruturas Hiperconvergentes: transformando o ambiente do data center”, da Pyramid Research, apesar de todos os benefícios atrelados ao modelo, os executivos de TI que estão buscando e analisando essa abordagem para seus centros de dados devem considerar alguns fatores na identificação da solução adequada.

O primeiro ponto de atenção é certificar-se de que a plataforma de software defined storage (SDS) pré-configurada no equipamento avaliado é flexível, escalável e de fácil administração. Além disso, deve-se identificar se a infraestrutura é capaz de atender os requisitos de performance e proteção de dados necessários para suportar todas as aplicações que serão implantadas na plataforma.

Outro fator importante está relacionado à escalabilidade da solução e custos de licenças associados. É importante identificar os impactos de médio e longo prazo no que diz respeito ao ciclo de vida da solução e os investimentos associados. Lembre-se, selecionar um provedor de infraestrutura hiperconvergente significa estabelecer uma parceria de longo prazo, muitas vezes até o fim do ciclo de vida do equipamento.

Hiperconvergência significa levar a convergência tradicional a um novo patamar. O resultado se traduz em mais agilidade e simplicidade no gerenciamento de infraestrutura de data center. Contudo, é fundamental que essa jornada seja bem planejada e conduzida em conjunto com um parceiro tecnológico que permita que sua empresa extraia o máximo valor do conceito.