Pesquisa HBS mostra relacionamento entre startups e empresas

NegóciosStartup
Pesquisa sobre startups
1 53 Sem Comentários

A HBS Alumni Angels of Brazil (HBSAAB) realizou o estudo “How Corporations are Connecting With the Startup Ecosystem (Como as Corporações Estão se Conectando com o Ecossistema de Startup)”, para entender o relacionamento entre startups e grandes empresas no Brasil.

O caráter empreendedor do brasileiro é conhecido globalmente, mas o ecossistema de inovação ainda está muito longe do que acontece em centros de excelência como o Vale do Silício, na Califórnia. Além de diversos componentes históricos, um dos fatores que ajuda a explicar essa diferença é que, nos Estados Unidos, existe um processo estabelecido de constante parceria entre as grandes corporações e as startups. Especialmente no desenvolvimento de produtos e serviços inovadores, com potencial de ganhar escala global.

Os resultados da pesquisa da Harvard Angels of Brazil será apresentada na quinta-feira, dia 16, em São Paulo. “Nossa metodologia apresenta de forma única e inovadora a capacidade de identificar vários objetivos das empresas no relacionamento com startups, e não apenas a visão financeira e/ou de inovação que foram objeto de estudo em pesquisas anteriores”, destaca Magnus Varassin Arantes (na foto), cofundador e presidente da HBS Alumni Angels of Brazil (HBSAAB).

De acordo com Arantes, a pesquisa tem a ambição de ajudar a encurtar a distância entre grandes empresas e startups. “Nosso objetivo é fornecer subsídios que facilitem a criação de programas estruturados, capazes de facilitar esta conexão entre grandes empresas e o ecossistema empreendedor”, diz. “E nada melhor do que aprender com a experiência de quem já está fazendo e tem o que ensinar”. 

A pesquisa levou um ano para ser concluída. Neste período, foram realizados inúmeros estudos de revisão bibliográfica, dois workshops, diversos encontros com profissionais da área de Tecnologia da Informação (TI) e gestores de inovação, além de entrevistas, em profundidade, com executivos de cerca de 50 grandes empresas.

Deste processo qualitativo foi elaborado um questionário, composto de 95 perguntas. Ele se tornou a parte quantitativa da Pesquisa e foi estruturado sobre uma metodologia própria, desenvolvida pela HBSAAB, para compreender os objetivos, os porquês e as ferramentas utilizadas nesta relação. A inspiração veio de trabalhos similares realizados na Harvard Business School e em outras entidades de referência.

Os resultados do estudo e a metodologia serão apresentados no seminário internacional Status of Corporate Venture in Brazil: How Corporations are Connecting With the Startup Ecosystem. O evento contará com a participação do professor Thales Teixeira, da Harvard Business School, e representantes de algumas empresas participantes da Pesquisa, tais como a Cisco, Embraer e Samsung, além do BNDES e do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC).

A associação foi criada em 2012 e reúne ex-alunos da Universidade Harvard. Hoje, conta com 110 integrantes e sua missão é ajudar a desenvolver o ecossistema de empreendedorismo no Brasil.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor