Ransomware aumentou 752% em 2016

GestãoSegurança
0 0 Sem Comentários

O ano passado foram bloqueadas 81.000 milhares de ameaças, o que supõe um aumento de 56%.

A Trend Micro, divulgou o seu relatório anual de segurança, “Balanço de segurança 2016: ano recorde para as ameaças empresariais”, que demonstra que 2016 foi o ano da extorsão online. As ciberameaças alcançaram o seu ponto alto em 2016, sendo o ransomware e a fraude baseada em emails corporativos (BEC, na sigla em Inglês) as ameaças mais recorrentes entre os cibercriminosos especializados na extorsão empresarial.

O aumento de 752% nas novas famílias de ransomware ficou marcado no ano passado por US$ 1 bilhão de perdas econômicas para as empresas em todo o mundo. A Trend Micro e a Zero Day Initiative (ZDI) descobriram 765 vulnerabilidades em 2016. Destas, um total de 678 foram identificadas através do programa de divulgação de vulnerabilidades da ZDI, que posteriormente verificou e revelou ao fornecedor afetado. Depois de comparar as vulnerabilidades descobertas pela Trend Micro e pela ZDI em 2015, o aumento das vulnerabilidades registradas na Apple foi de 145%, enquanto a Microsoft alcançou uma diminuição de 47%. Além disso, o uso de novas vulnerabilidades em exploit kits caiu 71%, em parte devido à detenção dos criminosos responsáveis pelo conhecido exploit kit Angler, em junho de 2016.

As vulnerabilidade detectadas neste relatório da Trend Micro devem constituir para os gestores uma preocupação e de alguma forma devem olhar para a prevenção e detecção de vulnerabilidades das suas empresas com maior responsabilidade. Existem no mercado um conjunto de soluções para prevenir o pior. Cabe as empresas a responsabilidade de diminuir este tipo de ataques, garantido um melhor ambiente para a economia, para os setores onde se está inserido.

A Digitalização das empresas facilita alguns processos de testes de vulnerabilidade, podendo mesmo os empresários com opções de novas estratégias para a sua área de TI resolver um conjunto de problemas quase de forma definitiva, contribuindo assim para a diminuição deste tipo de extorsão.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor