A Transformação Digital do Brasil: IoT e o desenvolvimento urbano

EmpresasInovaçãoNegócios
0 14 Sem Comentários

Para reduzir custos, aumentar a eficiência dos serviços prestados e gerar renda, governos do mundo todo estão investindo na Internet das Coisas (IoT), conectando pessoas, processos, dados e informações. Essa transformação digital é fundamental para diminuir a lacuna entre as expectativas dos cidadãos em relação aos serviços públicos. Ao mesmo tempo, os governos precisam gerar novas fontes de renda, simplificar a comunicação das pessoas e criar serviços inovadores em prol do crescimento econômico.

José Paulo de Oliveira
José Paulo de Oliveira

O momento é especialmente oportuno para que o setor público possa atingir com maior velocidade a redução de custos e a melhoria nos serviços, por meio do investimento em tecnologia. No Brasil, 99% das organizações do governo federal possuem um website, 74% estão presentes nas redes sociais e mais de 38,7 milhões de usuários de internet já usaram serviços eletrônicos do Governo Brasileiro, de acordo com dados do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br). Já o estudo Cisco Visual Networking Index prevê crescimento do tráfego global no Brasil em cinco vezes até 2021, revelando que os cidadãos estão cada vez mais conectados.

A transformação digital, possibilitada pela IoT, permite o uso específico da tecnologia nos mais variados setores da sociedade, adaptado às reais necessidades e rotinas. O serviço público é especialmente impactado, pois a mobilidade, integração e criação de novas aplicações impulsionam e aceleram este movimento. Já é possível ver, em algumas cidades do mundo, os benefícios trazidos pelo transporte público conectado, estacionamento, pedágio e iluminação inteligentes. Este último, por exemplo, além de garantir a segurança do cidadão, também favorece a redução do consumo de energia, agindo de modo sustentável e consciente.

As soluções citadas são utilizadas em cidades como Derby, na Inglaterra, onde funcionários do governo usam ferramentas de colaboração digital para melhorar a produtividade. Em Barcelona, a aplicação da nuvem entrega serviços superiores aos cidadãos, enquanto que, em Singapura, pontos de Wi-Fi estão disponíveis em todo o país, permitindo a conectividade e incentivando a colaboração.

No Brasil, um dos mais recentes exemplos é o programa de Inovação Urbana do Porto Maravilha, no Rio de Janeiro, desenvolvido e implantado pela Cisco, que transformou a área em um bairro mais inteligente e conectado. Foram implantadas 15 soluções na região, que permitem que cidadãos e visitantes do Porto Maravilha se conectem e tenham um maior engajamento com a cidade, além de oferecer mais e melhores ferramentas para operação, planejamento e tomada de decisões.

Assim são as Smarts Cities (cidades inteligentes). Mais do que conectar coisas, pessoas e dados, a partir do acesso à Internet, a IoT promove serviços com rapidez, viabiliza aplicações para segurança pública e atende mais cidadãos com menos custo, eliminando assim necessidade de deslocamento e soluções eficientes, ágeis e seguras.

Essas inovações possibilitam o compartilhamento de dados e gerenciamento de operações, ao mesmo tempo em que incentivam maior engajamento dos cidadãos. Por meio da IoT, é possível melhorar os serviços aos cidadãos, estimular a economia, aumentar o acesso à saúde e a educação, reduzir o trânsito e o congestionamento, entre outros benefícios à população.

Para ajudar os governos a responderem as expectativas da sociedade por meio da IoT, fornecedores de tecnologia oferecem soluções integradas, validadas e altamente seguras, não só pela experiência com setor público, mas também através de um amplo ecossistema de parceiros.

O uso da IoT permite redução de custos, maiores receitas e ganhos em produtividade, além de integrar conexões que antes funcionavam de maneira independente e podem resultar em novos modelos operacionais. Para funcionários, a conectividade proporciona redução de viagens, aumento da eficiência e produtividade, enquanto que a população se beneficia com experiências inovadoras, serviços inteligentes e fáceis de usufruir.

Como resultado, a Internet das Coisas proporciona diversas melhorias em vários setores da esfera pública, como a infraestrutura urbana, antecipação de emergências, segurança pública, logística, dentre outros. A exemplo da segurança pública, a conexão de todas as coisas ajuda a implantar recursos de policiamento e, consequentemente, aumenta a eficiência do combate ao crime.

A IoT é o ingrediente perfeito na fórmula que acelera a transformação digital e o desenvolvimento urbano. Uma conquista para todos!