WhatsApp cada vez mais popular no Brasil, diz pesquisa

AppsMobilidade
0 1 Sem Comentários

Mais de dois terços dos usuários de WhatsApp no Brasil passam mais tempo na plataforma que assistindo televisão ou lendo revistas. O uso do serviço de mensagens também cresceu no ano passado, enquanto a popularidade do Facebook Messenger caiu.

São resultados da pesquisa “Panorama da Mensageria no Brasil”, estudo realizado pela Mobile Time e Opinion Box, com patrocínio da Infobip. Ao todo, foram ouvidos 1.914 internautas brasileiros, com o objetivo de analisar seu comportamento em relação aos serviços móveis de mensagem. E o destaque é que 69% dos usuários do Whatsapp passam a maior parte do tempo no aplicativo, do que assistindo televisão, ouvindo rádio ou lendo jornais e revistas.

Outro ponto importante levantado foi em relação às chamadas de voz: dois terços dos usuários do aplicativo utilizam essa ferramenta e dentro desse grupo, metade afirmou usar esse recurso com mais frequência do que os minutos concedidos pela operadora móvel.

Mais de 50% dos usuários afirmaram receber mensagens via SMS todos os dias ou quase todo dia, e mais de 40% disseram que nunca ou quase nunca enviam mensagens via SMS para seus contatos. Em contrapartida, quase dois terços dos internautas que possuem smartphone não usam nenhum outro aplicativo de comunicação instantânea que não seja o WhatsApp, Facebook Messenger ou Telegram.

Comparando com os dados de 2016 é possível ver que a quantidade de usuários ativos do WhatsApp subiu de 89,5% para 92,7%, enquanto que a do Facebook Messenger caiu de 57,9% para 46,5%. Esse número mostra o alcance desses aplicativos entre os brasileiros e o potencial deles para comunicação entre empresas e clientes. Dentre os usuários de Whatsapp, 76% afirmaram que gostariam de usar esses aplicativos para falar com as marcas/empresas.

“Para a Infobip, é um privilégio contribuir com esse trabalho. O Panorama da Mensageria é uma ferramenta importante para medir nosso mercado, pois reúne as principais informações sobre o comportamento dos usuários em torno da comunicação móvel”, afirma Yuri Fiaschi, diretor de vendas Latam da Infobip – empresa que opera uma plataforma própria de mensageria e comunicação.

“Os aplicativos de mensagem instantânea estão entre os mais utilizados pelos usuários de smartphones no dia a dia. No futuro eles concentrarão várias outras aplicações, como compras, solicitação de serviços, envio de dinheiro etc, como já acontece na Ásia”, explica Fernando Paiva, coordenador da pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box. “Por isso, achamos importante uma pesquisa que a cada seis meses monitora a utilização desses aplicativos. Dessa forma, ao longo do tempo podemos identificar as tendências para essas ferramentas”, conclui.

O material completo pode ser encontrado neste link.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor