5G Americas ressalta o avanço tecnológico de redes móveis no Brasil

4GMobilidadeRedes

A 5G Americas demonstrou sua satisfação com o avanço das telecomunicações móveis no Brasil, que permitem o progresso dos serviços para LTE-Advanced (LTE-A), a evolução do padrão da LTE através do uso da banda de 700 MHz.

Esse avanço, só possível após o apagão analógico, permitirá aumentar a velocidade pico teórica das redes ampliando a experiência da banda larga móvel dos usuários. As operadoras já começaram a instalação de redes móveis com tecnologia de agregação de portadoras (Carrier Aggregation, CA) utilizando a banda de 700 MHz. 

A 5G Americas destaca o processo de migração para a televisão digital que permite desocupar frequências para que sejam utilizadas de forma mais eficiente para serviços de telecomunicações, em linha com as melhores práticas internacionais, e beneficiando-se das economias de escala a nível mundial, ampliando o acesso destes serviços para a população. 

A rede 4,5G já existe um pouco por toda a América Latina, refere a associação setorial dos principais provedores de serviços e fabricantes do setor de telecomunicações. É já uma realidade em Porto Rico, Chile, Brasil e Peru, estando em fase de testes em muitos outros países. Assim, a região se mostra inovadora e seguindo as tendências globais rumo às redes do futuro, as 5G.

“Com a faixa de 700 MHz limpa o uso do espectro passa a ser mais estratégico, alcançando velocidades maiores e permitindo agilizar a evolução tecnológica e digital do país”, disse Jose Otero, Diretor da 5G Americas para América Latina e Caribe.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor