Anatel informa que reclamação em Telecom cai 16,1% em 12 meses

OperadorasRedes

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou os valores das reclamações registradas  nas Telecom. Foram 323,4 mil de reclamações realizadas, ou seja, uma queda de 16,1% na comparação com março de 2016.

Todos os principais serviços de telecomunicações apresentaram redução com a telefonia móvel,  a ter 153,1 mil reclamações (-8,0%), a telefonia fixa, com 74,2 mil (-27,5%), a banda larga fixa, com 49,0 mil (-20,0%), e a TV por Assinatura, com 45,4 mil (-16,2%). 

Com exceção da TIM, todas as operadoras tiveram um decréscimo no número de reclamações no último ano. A TIM teve 48,7 mil de reclamações, ou seja, um aumento de 13,8% nos últimos 12 meses. A Nextel teve a maior queda com 10,1 mil (-22,2%), a Oi teve 20,9 mil (-17,2%), a Claro 34,3 mil (-14,8%) e a Vivo, com 38,7 mil (-13,6%). 

Em reação à divulgação dos números, Jorge Braga, COO da Nextel disse que “o novo modelo de gestão tem permitido um salto de qualidade tanto na oferta de voz e internet quanto nas plataformas de atendimento, comprovado pelas medições realizadas pela Anatel e por pesquisas independentes, como a Estadão Melhores Serviços, que pelo segundo ano consecutivo apontou a Nextel como a melhor operadora do país.”

Na telefonia fixa, todas as empresas apresentaram redução em março de 2017 quando comparado com março de 2016, com a Oi a registrar a maior queda -35,9%.

Na TV por Assinatura, a Vivo com 3,1 mil de reclamações apresentou aumento de 10,2% nos últimos 12 meses enquanto todas as outras registraram redução. No entanto, destaque-se que as emissoras SBT, Record e Rede TV! decidiram descontinuar a transmissão de seus sinais digitais para as prestadoras de TV por Assinatura. Esse fato gerou, entre os dias 29 e 31 de março de 2017, o registro de aproximadamente mil reclamações junto à Anatel. 

Na banda larga fixa, unicamente a Net apresentou elevação nas reclamações nos últimos 12 meses, com 7,4 mil (+5,0%). Oi registrou 22,3 mil reclamações (-35,5%) e Vivo 14,6 mil (-5,7%).  

No primeiro trimestre deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado, o Brasil registrou uma redução de 15,2% nas reclamações dos serviços de telecomunicações. De janeiro a março de 2017 foram registradas 933,1 mil queixas contra 1.100,3 mil do primeiro trimestre de 2016.  Todos os estados brasileiros e o Distrito Federal apresentaram redução nas reclamações nos primeiros três meses deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor