Aplicativo brasileiro GimmeBack é selecionado pelo programa FbStart do Facebook

AppsMobilidadeNegóciosStartup

O aplicativo brasileiro GimmeBack, desenvolvido pela ART IT,  foi selecionado pelo programa global de ajuda a startups FbStart, do Facebook.  O app que ajuda o usuário a gerenciar empréstimos de itens a amigos recebeu um aporte de US$ 40 mil.

O GimmeBack permite aos usuários cadastrarem os objetos que emprestaram e programarem a data para devolução do artigo e tem um sistema com notificações para recordar a data em que o retorno da peça emprestada tem de acontecer.

O FbStart é um programa global do Facebook para acelerar o desenvolvimento e crescimento de startups a partir de investimentos, suporte técnico, créditos gratuitos para ferramentas e serviços de parceiros, entre outros benefícios. Assim, a ART IT vai receber esse apoio para aprimorar o GimmeBack e adicionar novas funcionalidades. 

“Estamos muito felizes de receber este auxílio do FbStart, que prova a qualidade e o potencial do GimmeBack”, diz Rodrigo Bizarro, sócio e diretor de inovação da ART IT. “Utilizaremos esse investimento para melhorar a usabilidade do aplicativo e adicionar novas funcionalidades a ele. Nosso objetivo é transformá-lo em uma verdadeira comunidade de compartilhamento. Uma parte do dinheiro também será aplicada para o marketing do produto”, acrescenta o executivo.

Uma das funções novas será solicitar a devolução de itens diretamente por canais, como Messengerdo Facebook e WhatsApp. Além disso, é a criação de uma comunidade de compartilhamento por onde seja possível buscar objetos além da rede de amigos e um sistema de avaliação sobre o empréstimo.

 “O GimmeBack nasceu para resolver um simples problema: acabar com a frustração de emprestar coisas e não saber com quem está ou nunca recebê-las de volta. Mas ele já está sendo usado por bibliotecas de escolas para organizar os empréstimos de livros a alunos, por exemplo”, conta o diretor comercial da ART IT, Romulo de Paula. “O app tem potencial de ser uma ferramenta eficiente para disseminar a cultura do compartilhamento no Brasil, e pretendemos acelerar esse
desenvolvimento ainda neste primeiro semestre.”


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor