DroneShow Latin America reúne 720 empresas em São Paulo

Inovação

A DroneShow Latin America, principal evento voltado para o mercado profissional de drones que vai decorrer entre 9 e 11 de maio, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo, anunciou a presença de mais de 700 empresas na feira.

O mercado de drones  no Brasil está em crescimento, isso mesmo com a falta de regulamentação da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) para uso comercial desses dispositivos. A nível mundial, a consultoria Price Whitehouse indicou revisões de faturamento de U$ 127 bilhões para setores de infraestrutura agricultura, transporte, entretenimento, seguros, mineração e telecomunicações.

De acordo com Emerson Granemann, idealizador da DroneShow e diretor da MundoGeo, as empresas já operam de forma regular e contínua na cadeia produtiva do setor de drones, uma vez que o DECEA (Departamento de Controle do Espaço Aéreo) tem em vigor instruções para uso de drones com fins comerciais, contudo, ainda é preciso um conjunto de normas e procedimentos da ANAC.

“Quando falamos de drones, é importante entender toda a cadeia produtiva que engloba este setor, envolvendo fabricantes nacionais e importadores, prestadores de serviços, treinamento de pilotos, manutenção, locação, venda de usados, sensores de alta resolução e sistemas de navegação, telemetria e pós-processamento de imagens. Toda esta cadeia já movimenta milhões de reais e acolhe milhares de empregos. A regulamentação da ANAC será um divisor de águas muito importante para a este setor dobrar de tamanho no curto prazo”, refere o executivo.

DroneShow, promovido pela MundoGEO, é um dos maiores eventos de drones da América Latina e reúne expositores nacionais e internacionais do segmento, fabricantes, importadores e prestadores de serviço. Em paralelo à feira acontecem cursos, seminários e debates sobre legislação, empreendedorismo e uso de drones na agricultura, inspeção de obras, segurança e mapeamento. 

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor