Gartner aponta que mercado mundial de BI e Analytics atingirá US$ 18,3 bilhões em 2017

Big DataBusiness IntelligenceData Storage

O Gartner afirma que a receita global no mercado de software de Business Intelligence (BI) e Analytics prevista para esse ano é de US$ 18,3 bilhões, o que corresponderá a um aumento de 7,3% comparado a 2016.

Segundo o fornecedor de pesquisas de mercado, em 2020, os gastos mundias em BI e Analytics serão US$ 22,8 bilhões. Isso reflete uma tendência que será debatida em detalhe na Conferência Gartner Data & Analytics 2017, que se realizará em junho em São Paulo. A evolução refletirá um aumento em termos de expansão de adoção, mas a receita será impactada pela pressão nos preços.

“As decisões de compra continuam sendo fortemente influenciadas pelos executivos e usuários que desejam mais agilidade e uma opção para implementação em pequenas empresas e departamentos para comprovar o sucesso. Os modelos de compra amigáveis para as companhias tornaram-se ainda mais essenciais para implantações bem-sucedidas”, explica Rita Sallam, Vice-Presidente de Pesquisas do Gartner.

De acordo com a consultoria, o mercado de BI e Analytics está sendo influenciado por sete dinâmicas. São elas que o modelo de BI moderno em escala irá dominar as novas compras; novos fornecedores inovadores e estabelecidos vão direcionar a próxima onda de disrupção do mercado;
os usuários corporativos querem analisar combinações cada vez mais diversas, maiores e mais complexas de fontes e modelos de dados da forma mais rápida possível; a abrangência e a integração serão fundamentais para o maior valor e uso expandido; suporte para eventos em tempo real e transmissão de dados terão uso expandido; o interesse em implementações em Nuvem continuará aumentando e os marketplaces criarão novas oportunidades para que as empresas comprem e vendam recursos de análises e reduzam o tempo para obter informações.

“As companhias se beneficiarão com o surgimento de fornecedores novos e inovadores no mercado e com o investimento substancial em inovação por parte de grandes fabricantes e de startups financiadas por fundos de capital. Entretanto, elas precisam ter cuidado para limitar os custos técnicos que podem ocorrer quando várias soluções independentes que demonstram valor rapidamente aos negócios entram nos ambientes de produção sem que seja dada a devida atenção à criação, à implementação e ao suporte”, completa a responsável do Gartner.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor