SAP Ariba vai começar a utilizar blockchain

EmpresasInovaçãoNegócios

A SAP Ariba anuncia que se vai juntar à Hyperledger para incorporar a tecnologia blockchain em todas as suas aplicações em nuvem e em sua rede de negócios constituída por vendedores e compradores, a Ariba Network.

Com a utilização da tecnologia blockchain, a empresa espera alterar a forma como bens e serviços são negociados, ampliando os níveis de confiança e reduzindo fraudes. 

“Ao incluí-la em todas as nossas aplicações e em nossa rede, podemos viabilizar canais de suprimentos mais inteligentes, ágeis e transparentes ao longo de todo o ciclo de abastecimento, desde a definição das fontes até a consolidação das relações de negócio”, afirma Luiz Caldas, vice-presidente de vendas da SAP Ariba.

De acordo com a companhia, as primeiras atividades em que a blockchain vai ser usada são as de  acompanhamento e rastreamento de mercadorias visto que é nessas áreas que existem os maiores problemas, como por exemplo, troca de item sem o conhecimento do comprador. A capacidade de registro distribuído oferecida pela blockchain garante maior visibilidade e controle sobre as remessas para ambas as partes, desde o envio até a recepção.

A SAP Ariba vai colaborar com a Everledger, uma empresa de tecnologia financeira com sede em Londres que captura com extrema segurança características determinantes de objetos de valor, como diamantes e outras pedras preciosas, e gera uma “impressão digital” do ativo que é armazenada na blockchain. 

“Ao explorar o melhor de várias tecnologias inovadoras, desenvolvemos uma plataforma global de procedência que estabelece uma ligação entre objetos físicos, sua certificação e registros de autenticidade, à medida que transitam pela cadeia de suprimentos”, explica Leanne Kemp, presidente e fundadora da Everledger.

“Sabemos o impacto que isso pode ter. A integração de nossa tecnologia com a rede de negócios SAP Ariba pode produzir uma redução de riscos e fraudes aos quais estão expostos diferentes elementos da cadeia e, além disso, ajudar a moldar uma nova era do comércio global erguida sobre os pilares da transparência, da sustentabilidade e da ética”, acrescentou a executiva.

“Se é possível rastrear diamantes e pedras preciosas, é possível rastrear praticamente qualquer coisa”, conclui Luiz Caldas, confirmando que a tecnologia se adapta naturalmente às soluções SAP Ariba.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor