Sonda lança estratégia para varejo no modelo Retail as a Service

EmpresasNegócios

A Sonda, companhia latino-americana de soluções e serviços de tecnologia, desenvolveu a oferta Retail as a Service que propõe acelerar o time to market e otimizar os processos de negócios por meio da implementação, suporte e manutenção de infraestrutura tecnológica.

A integradora quer oferecer uma solução que inclua a arquitetura, as ferramentas e a infraestrutura necessárias para a abertura e sustentação de uma loja e criou uma nova diretoria comercial, comandada por Lilian Aguiar, que atua há 12 anos na companhia.

“O varejo, assim como outros setores de mercado, está passando por uma transformação digital que proporciona aos seus clientes uma melhor experiência de compra. E a proposta da Sonda é justamente fornecer a sustentação para este caminho, disponibilizando um pacote de soluções e serviços na modalidade IaaS (infrastructure as a Service), que tem como proposta integrar os universos físico e digital”, comenta a executiva.

O Retail as a Service é composto por cinco módulos: a sinalização digital, que permite a comunicação de ofertas para aumentar o ticket médio; a segurança, que fornece rastreabilidade de ciclos completos de incidentes por meio de áudio e vídeo analytics e centrais de monitoramento; o escritório, que abrange mobilidade, portabilidade, redução dos custos de impressão e suporte de software corporativo; a experiência de compra, que promove a gestão de pontos de venda móveis, de filas e de caixas e, por fim, a conexão por meio de projetos de arquitetura de rede.

Segundo a empresa, a proposta também envolve o apoio às atividades de rotina de um estabelecimento, como por exemplo, utilizar as centrais de monitoramento para identificar quando a fila em um ponto de venda está muito longa. O sistema alerta o gestor para que abra um caixa ou disponibilize vendedores com pontos móveis de pagamento, melhorando assim a experiência de compra e satisfação do cliente.

“Os benefícios para as empresas que contratarem o pacote de soluções residem não somente na eficiência crescente, produtividade e rentabilidade por metro quadrado, mas também no apoio à área de TI, que muitas vezes tem uma equipe enxuta para administrar todas as demandas e pode transformar um problema de TI em um problema de negócios. A proposta aqui é beneficiar toda a cadeia do varejista, liberando tempo e recursos para cuidar do foco do negócio”, acrescenta Lilian Aguiar.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor