Brasil e Noruega selam parceria para desenvolver soluções em TI

CiênciaInovação

Na última semana, Brasil e Noruega selaram uma parceria visando o desenvolvimento de soluções em tecnologia com foco especial para as áreas de petróleo e gás e de energias renováveis. Uma delegação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), chefiada pelo secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, Alvaro Prata, participou de visita oficial à Noruega para estreitar a parceria bilateral.

Também durante a visita ocorreu a primeira reunião do Grupo de Trabalho (GT) para Cooperação em Ciência, Tecnologia e Inovação Brasil-Noruega.

A iniciativa já está em andamento por meio de uma chamada conjunta entre a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), entidade vinculada MCTIC, e o Conselho de Pesquisas da Noruega (CRN, na sigla em inglês). A parceria já conta também com a aprovação de cinco projetos envolvendo pequenas e médias empresas brasileiras e norueguesas, com foco na elaboração de soluções tecnológicas em recuperação de petróleo e na elaboração de tecnologias ambientais e suboceânicas.

“Brasil e Noruega partilham muitos interesses. Além de possuir grandes reservas de petróleo, os dois países utilizam hidrelétricas em larga escala para a geração de energia elétrica e estão investindo cada vez mais em fontes alternativas de energias renováveis, tais como solar e eólica”, destacou Prata. “Há, portanto, um grande campo para ampliarmos a cooperação”, resumiu.

Andrei Polejack, coordenador-geral de Oceanos, Antártica e Geociências do MCTIC, também apresentou, por meio de teleconferência, propostas de cooperação em aquicultura e em pesquisas no Atlântico e na Antártica – o que indica que a parceria entre os países pode ser ampliada para outros campos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor