MCTIC conta com sociedade civil para desenvolver Estratégia Digital Brasileira

ProjetosSetor Público

Em agosto, a Secretaria de Política de Informática (Sepin) do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação (MCTIC) irá submeter à consulta pública a Estratégia Digital Brasileira (EDB), que trata dos impactos sociais da digitalização, .

A iniciativa do governo federal visa promover o avanço da digitalização dos processos produtivos e a capacitação do País para o ambiente digital. A EDB, nesse sentido, deve ser construída como um “guarda-chuva” de diversas iniciativas do governo federal em torno da digitalização da economia e da sociedade.

Iniciado em março, o trabalho dedicou dois meses à articulação intragovernamental e entrou na fase de reuniões setoriais em 2 de maio, ao receber contribuições da indústria. A ideia é apontar diretrizes e articular diversas iniciativas governamentais relacionadas à política pública em construção.

Nesta terça-feira, 23/05, o MCTIC realizou a segunda reunião setorial sobre EDB, na qual foram coletadas contribuições de especialistas da academia, da iniciativa privada e do terceiro setor. Nove instituições do governo federal integram o grupo de trabalho interministerial responsável por definir as bases da EDB.

Segundo a diretora Miriam Wimmer, da Sepin, expansão do acesso à internet, digitalização da economia e crescimento da internet das coisas (IoT, na sigla em inglês) despertam novas preocupações para a formulação de políticas públicas. “A contínua expansão do acesso à internet, a maior digitalização da economia e o vertiginoso crescimento da Internet das Coisas, ao mesmo tempo em que aumentam os impactos positivos da digitalização, despertam novas preocupações para as políticas públicas”, destacou Miriam, no texto de apresentação do encontro.

*Com informações do MCTIC


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor